Devoção e yoga nas camadas médias do Rio de Janeiro: análise do campo nos estudos da Bhagavad Gita

Cecilia dos Guimaraes Bastos

Resumo


Este artigo retrata o trabalho de campo de aproximadamente dez anos de convívio com um grupo de estudantes de Vedanta do Rio de Janeiro. Ao participar das aulas do curso da Bhagavad Gita, principal texto estudado em Vedanta, verifiquei como os alunos entendem a prática da meditação, o “Eu” consciência, seu papel (dharma) no mundo, a “ordem” cósmica, o sentido de devoção e as mudanças decorrentes de seus projetos de busca da “liberação” do samsara – um ciclo contínuo e sem fim marcado pela ignorância, ilusão e confusão. Acima de tudo, procurei analisar o sentido de suas buscas espirituais entendidas como “objetivo último” ou projeto de vida, o que envolveu a investigação do que querem dizer quando se denominam “buscadores” e do que entendem como “vida de yoga”.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista ANTHROPOLÓGICAS
AV. Prof. Moraes Rêgo, 1.235. 13° andar
Cidade Universitária
50.670-901 - Recife - PE - Brasil
Tel.: (55) (81) 2126-8286 | Fax: (55) (81) 2121-8282
E-mail: anthropologicas@ufpe.br