(Toxi)Cidade do Aço: Infraestrutura Siderúrgica e Contestação Social em um Caso de Contaminação por Resíduos Industriais

Maria Raquel Passos Lima

Resumo


O artigo analisa o caso de contaminação do “condomínio Volta Grande IV” por resíduos industriais da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), em Volta Redonda no Sul Fluminense (RJ). A noção de “infraestrutura siderúrgica” é desenvolvida como chave de análise capaz de restituir conceitual e etnograficamente a dimensão invisível da produção siderúrgica, ao enfocar o lado residual da infraestrutura, caracterizado pela toxicidade. O objetivo do artigo é compreender as relações de poder e dinâmicas políticas engendradas pelas substâncias tóxicas na configuração de arenas de disputa em torno de seus potenciais usos e efeitos. A partir da apresentação de quatro cenários a contaminação, a controvérsia científica, o processo judicial e a arena ambiental a narrativa etnográfica adota o tempo como objeto privilegiado, discutindo as formas como temporalidades divergentes atravessam diferencialmente a infraestrutura e seus efeitos políticos na construção de estratégias corporativas e processos de contestação social, que terminam por conformar uma “política resiliente”.


(Toxi)City of steel: steelmaking infrastructure and social contestation in a case of contamination by industrial waste

Abstract: The article analyzes the case of contamination of the “Volta Grande IV” neighborhood by industrial waste from Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), in the city of Volta Redonda, South of Rio de Janeiro State, Brazil. The notion of “steelmaking infrastructure” is developed as a key concept that enables to integrate conceptually and ethnographically the invisible dimension of steel production, by focusing on the residual side of the infrastructure, characterized by toxicity. The focus is to understand power relations and political dynamics engendered by toxic substances in the configuration of contentious arenas around their potential uses and effects. The ethnographic narrative proceeds by presenting four scenarios - contamination, scientific controversy, the legal process and the environmental arena - and adopts time as a privileged object, discussing the ways in which divergent temporalities differentially traverse infrastructure and its political effects in the construction of corporate strategies and social contestation processes, that shape a "resilient politics”.

Keywords: Environmental justice; Toxic waste; Steel industry; Infrastructure; Time.


Palavras-chave


Justiça ambiental; Resíduos tóxicos; Siderurgia; Infraestrutura; Tempo

Texto completo:

PDF PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista ANTHROPOLÓGICAS
AV. Prof. Moraes Rêgo, 1.235. 13° andar
Cidade Universitária
50.670-901 - Recife - PE - Brasil
Tel.: (55) (81) 2126-8286 | Fax: (55) (81) 2121-8282
E-mail: anthropologicas@ufpe.br