O Cantar de Hare Krishna, por Bruno Cesar.

Sinopse:

Procurando retratar uma cerimônia dos devotos de Krishna(Deus), este vídeo apresenta o ponto central dos sistemas de relações entre os participantes que é o canto de mantras, especialmente o maha mantra, que são os nomes da divindade suprema. Onde pode-se direcionar a mente, os sentidos e todo o corpo para a relação pessoal da espiritualidade, devotando o tempo e o corpo numa meditação individual e também através do canto e dança congregacional.

O movimento Hare Krishna foi iniciado no ocidente por Srila Prabhupada, um mestre espiritual vindo da Índia, que nos anos de 1965, aos 69 anos começa a divulgar em diversos países os princípios de uma linha do Vaishnavismo, um ramo monoteísta do Hinduísmo, que remonta a uma cultura de mais de 5 mil anos. Que descreve por meio de uma vasta literatura sagrada uma yoga, ou conexão com Deus, que visa desenvolver o amor puro nesta relação. Os princípios são basicamente expressos em; compaixão, austeridade, veracidade e pureza. O exercício da compaixão, ou não violência, pela ingestão de alimentos vegetarianos, a austeridade, que é a não ingestão de álcool ou drogas, a veracidade é o não envolvimento em jogos de azar, para não estimular a cobiça, e a pureza é desenvolvida na medida em que se encerra o sexo ilícito, de forma que possa, assim, subsidiar uma maneira mais pura de cantar os nomes de Deus. Atualmente há centenas de templos Hare Krishna pelo mundo, comunidades rurais, escolas e centros culturais.

Entende-se que todos os nomes de Krishna, tais como Rama, Hari, Govinda, entre muitos outros, possuem a substância do próprio Deus, isto é, o nome não é diferente do próprio Deus. Por essa razão há a repetição dos nomes com a intenção de purificar os pensamentos e atividades do praticante. Dessa forma, todos os processos realizados no movimento Hare Krishna, seja a preparação de uma cerimônia, realização dos procedimentos ritualísticos, oferecimento de alimentos vegetarianos gratuitos também para visitantes(Prasada), o estudo das escrituras védicas, ou mesmo as vestes usadas nessas ocasiões, buscam oferecer suporte para o canto em comunidade. De um modo que tudo possa lembrar Deus e sua relação com Ele.

Neste vídeo são relacionados dois dias de cerimônia, onde nas primeiras cenas exibe-se um momento em que todos estão sentados, o kirtana, é o canto congregacional por meio de instrumentos como o harmônio, instrumento de teclas com fole semelhante ao funcionamento de uma sanfona, o karatalas são pequenos pratos de bronze ou latão que acompanham os diferentes ritmos, e também tem-se a mrdanga, instrumento de percussão feito de barro que emite sons graves e agudos. Por fim temos a entrevista intercalada com outras cenas de um devoto que procura correlacionar a importância do canto do maha mantra.

Synopsis:

rying to portray a ceremony of the devotees of Krishna (God), this video especially presents the central point of the systems of relationships among the participants that it is the mantras song, the maha mantra, that are the names of the supreme divinity. Where can be addressed the mind, the senses and the whole body for the personal relationship of the spirituality, devoting the time and the body in an individual meditation and also through the song and dance congregacional.

The movement Hare Krishna was begun in the occident by Srila Prabhupada, a coming spiritual master of India, that in the years of 1965, to the 69 years it begins to publish at several countries the beginnings of a line of Vaishnavismo, a branch monoteísta of the Hinduism, that raises her/it a culture of more than 5 thousand years. That describes through a vast sacred literature a yoga, or connection with God, that seeks to develop the pure love in this relationship. The beginnings are basically expressed in; compassion, austerity, truthfulness and purity. The exercise of the compassion, or no violence, for the ingestion of vegetarian foods, the austerity, that is the not ingestion of alcohol or drugs, the truthfulness is the non involvement in bad luck games, for not stimulating the greed, and the purity is developed in the measure in that he/she closes up the illicit sex, so that it can, like this, to subsidize a purer way to sing the names of God. Now there are hundreds of temples Hare Krishna for the world, rural communities, schools and cultural centers.

He/she understands each other that all of the names of Krishna, such as Foliage, Hari, Govinda, among many other, they possess the substance of own God, that is, the name is not different from own God. For that reason there is the repetition of the names with the intention of purifying the thoughts and the apprentice's activities. In that way, all of the processes accomplished in the movement Hare Krishna, be also the preparation of a ceremony, accomplishment of the procedures ritualísticos, offer of free vegetarian foods for visitors (Prasada), the study of the Vedic deeds, or even the garments used on those occasions, they look for to offer support for the song in community. In a way that everything can remind God and his/her relationship with Him.

In this video they are related two days of ceremony, where in the first scenes one moment is exhibited in that all are seating, the kirtana, is the song congregacional through instruments as the harmonium, instrument of keys with bellows similar to the operation of an accordion, the karatalas are small bronze plates or brass that accompany the different rhythms, and also the mrdanga is had, percussion instrument done of mud that emits serious and sharp sounds. Finally we have the interview inserted with other scenes of a devotee that it tries to correlate the importance of the song of the maha mantra.

Palavras-chave:

Hare Krishna, cerimônia, procedimentos ritualísticos, comunidade

Key-words:

Hare Krishna, ceremony, procedures ritualísticos, community

Ficha técnica:

Produção: Bruno Cesar, Gisele Mirella, Klever Alberto, Leandro Sipriano, Thaisa Vasconcelos

Imagens/Operador De Câmera: Klever Alberto

Edição: Bruno Cesar

Roteirista e Texto: Bruno Cesar

Credits:

Production: Bruno Cesar, Gisele Mirella, Klever Alberto, Leandro Sipriano, Thaisa Vasconcelos

Images/cameraperson: Klever Alberto

Edition: Bruno Cesar

Script and Text: Bruno Cesar

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista AntHopológicas Visual
AV. Prof. Moraes Rêgo, 1.235. 13° andar
Cidade Universitária
50.670-901 - Recife - PE - Brasil
Tel.: (55) (81) 2126-8286 | Fax: (55) (81) 2121-8282
E-mail: anthropologicas@ufpe.br