Políticas Editoriais

Foco e Escopo

A CLIO: Revista de Pesquisa Histórica (ISSN: 0102-4736 e eISSN: 2525-5649) é um periódico dirigido, prioritariamente, à comunidade acadêmica da Área de História. Nossa missão é publicar artigos inéditos e de pesquisas originais na área de História. 

Com periodicidade semestral (02 números por ano), a Revista publica textos de autoria de professores-pesquisadores vinculados às Universidades ou pesquisadores dos quadros dos institutos de pesquisas, nacionais ou estrangeiros.

A  submissão e publicação dos artigos é livre de qualquer custo para os autores.


Política Editorial

Sua política editorial caracteriza-se pela publicação, a cada edição de Dossiês, Artigos Livres e Resenhas com as seguintes temáticas:

i) Dossiês, cujas temáticas estão relacionadas ao campo de investigação das Linhas de Pesquisa do PPGH-UFPE: “Relações de Poder, Sociedade e Ambiente”, “Cultura e Memória” e “Mundo Atlântico”;

ii) Artigos Livres, preferencialmente aqueles que apresentem visão interdisciplinar da História e que contemplem diversas abordagens e temáticas;

iii) Resenhas de Livros de interesses da área, transcrições de documentos históricos, entrevistas, depoimentos, etc.

A Revista CLIO só publica textos de autores, para compor os Dossiês, Artigos Livres, e Resenhas, com titulação mínima de Mestre. 

Os autores precisam inserir uma breve biografia, constando titulação e função atual, bem como vínculo institucional, endereço de contato, email e ORCID ao final da primeira página do artigo, abaixo dos resumos.

Os autores precisam ter o ORCID (Open Researcher and Contributor ID) e preenchê-lo no momento da submissão dos artigos. O ORCID é um identificador digital único, gratuito, e pode ser facilmente conseguido. Maiores informações nas seguintes páginas: 

http://www.sibi.usp.br/apoio-pesquisador/identificacao-pesquisadores/orcid-2/orcid-caracteristicas/   

https://www.contentmind.com.br/orcid/

https://orcid.org/

 

Políticas de Seção

Apresentação

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigos Livres

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resenhas

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Sobre a Revista

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

As avaliações dos artigos são feitas no sistema Triple Review, onde, inicialmente, realiza-se uma análise do Conselho Editorial sobre a pertinência da proposta de submissão em relação à linha editorial da Revista, e, posteriormente, no sistema Double Blind Review (revisão cega por pares) em que será realizada pelos avaliadores da área do artigo submetido;

A política para submissão e avaliação de Artigos Livres, Artigos para Dossiês e Resenhas está fundamentada nos princípios de submissões abertas (exclusivamente por meio eletrônico: pela plataforma Open Journal System – OJS, na qual a revista está indexada desde o ano de 2009);

Os trabalhos apresentados à CLIO: Revista de Pesquisa Histórica serão avaliados por pares : os originais, desde que atendam as normas para publicação, serão encaminhados a dois consultores ad hoc para avaliação (tais consultores são, preferencialmente, externos à Universidade Federal de Pernambuco ou ao País), em casos conflitantes, o editor solicitará a apreciação de um terceiro parecerista.

Os artigos aprovados serão remetidos aos autores com as devidas sugestões e, posteriormente, para revisão final pelo Conselho Editorial, podendo, ainda nesta etapa, serem rejeitados, caso não preencham os critérios de qualidade científica exigidos pela Revista.

Os textos aprovados, obedecem a um critério de ordem de submissão, os quais, poderão não ser publicados imediatamente, e ter sua publicação agendada para as próximas edições.

O tempo médio estimado para os processos de avaliação e publicação para os artigos é de aproximadamente 4 meses.

Os textos rejeitados são devolvidos ao autor, juntamente com os pareceres desfavoráveis à sua publicação.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Arquivamento

A Revista CLIO utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Política de Plágio

Ao submeter o seu trabalho à CLIO: Revista de Pesquisa Histórica, o autor deverá estar ciente de que haverá uma pesquisa para verificação de plágio, e caso detectado ou informado, em qualquer fase do processo editorial, ou mesmo o artigo estando já publicado, será investigado e será tratado com base nas orientações do Committee on Publication  Ethics (http://publicationethics.org/resources/flowcharts).

 

Periodicidade

A Revista é publicada online, semestralmente (dois números por ano).

 

Estatísticas

Ano: 2018 

Recebidos: 38

Aprovados: 28

Rejeitados: 10

Índice de Rejeição Estimado: 26%

Em avaliação: 31

Publicados: 28

Não Devolvidos pelo Autor: 2

Tiragem: On-line

 

Relação de Pareceristas - vol. 36 - Ano 2018

Adriana Maria Paulo da Silva (Universidade Federal de Pernambuco)
Alcileide Cabral do Nascimento (Universidade Federal Rural de Pernambuco)
André de Melo Araújo (Universidade de Brasília, Brasil)
André Mendes Salles (Universidade Federal de Pernambuco)
Andréa Doré (Universidade Federal do Paraná, Brasil)
Antonio Jorge Siqueira (Universidade Federal de Pernambuco)
Bruna Dutra de Oliveira Soalheiro Cruz (Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil)
Bruno Romero Ferreira Miranda (Universidade Federal Rural de Pernambuco, Brasil)
Camila Loureiro Dias (Universidade de Campinas, São Paulo, Brasil)
Carla Maria Carvalho de Almeida (Universidade Federal de Juiz de Fora)
Carlos A. de M. R. Zeron (Universidade de São Paulo, Brasil)
Carlos Alberto Cunha Miranda (Universidade Federal de Pernambuco)
Carmen Espejo Cala (Universidad de Sevilla, Espanha)
Christine Dabat (Universidade Federal de Pernambuco)
Christine Dabat (Unversidade Federal de Pernambuco, Brasil)
Clícea Maria Augusto de Miranda (Universidade de São Paulo, Brasil)
David Martín Marcos (Universidad Nacional de Educación a Distancia, Argentina)
Dayse Lucide Silva Santos (Instituto Federal Do Norte De Minas Gerais)
Edson Silva (Unversidade Federal de Pernambuco, Brasil)
Eduardo José Santos Borges (Universidade do Estado da Bahia, Brasil)
Érica Lôpo de Araújo (Universidade Federal do Piauí, Brasil)
Erinaldo Cavalcanti (Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, Brasil)
Fábio Kühn (Universidade Federal do Rio Grande do Sul)
Felipe Charbel (Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil)
Flávia de Sá Pedreira (Universidade Federal do Rio Grande do Norte)
Flavio José Gomes Cabral (Universidade Católica de Pernambuco)
Flávio Weinstein Teixeira (Universidade Federal de Pernambuco)
Francisco Fagundes de Paiva Neto (Universidade Federal de Campina Grande)
Francisco José Gomes Damasceno (Universidade Estadual do Ceará)
Gefferson Ramos Rodrigues (Universidade Federal do Oeste do Pará, Brasil)
George Félix Cabral de Souza (Unversidade Federal de Pernambuco, Brasil)
Guilherme José Motta Faria (Universidade Veiga de Almeida, Rio de Janeiro)
Humberto Miranda (Universidade Federal Rural de Pernambuco)
Igor Lapsky da Costa Francisco (Universidade de Pernambuco)
João Batista Bitencourt (Universidade Federal do Maranhão)
João de Azevedo e Dias Duarte (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Brasil)
Johny Santana de Araújo (Universidade Federal do Piauí)
José Luis Ruiz-peinado Alonso (Universidad de Barcelona)
José Maria Gomes de Souza Neto (Universidade De Pernambuco)
José Santana da Silva (Universidade Estadual de Goiás, Brasil)
Josivaldo Custódio da Silva (Universidade de Pernambuco)
Karl Schurster Sousa Leão (Universidade de Pernambuco, Brasil)
Kleber Clementino (Universidade Federal Rural de Pernambuco, Brasil)
Lina Maria Brandão de Aras (Universidade Federal da Bahia)
Lúcia Falcão Barbosa (Universidade Federal Rural de Pernambuco)
Luciano Raposo de Almeida Figueiredo (Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro, Brasil)
Luis J. Abejez (Universidad de Barcelona, Espanha)
Luiz Carlos Villalta (Universidade Federal de Minas Gerais)
Luiz Fabiano de Freitas Tavares (Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil)
Marcello José Gomes Loureiro (Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro, Brasil)
Maria do Socorro Cipriano (Universidade Estadual da Paraíba)
Maria do Socorro de Abreu e Lima (Unversidade Federal de Pernambuco, Brasil)
Maria Teresa Amado (Universidade de Évora, Portugal)
Marília de Azambuja Ribeiro (Unversidade Federal de Pernambuco, Brasil)
Mário Ribeiro dos Santos (Universidade de Pernambuco, Brasil)
Milena Fernandes Maranho (UniAnchieta - Jundiaí-SP)
Nathália Sanglard de Almeida Nogueira (École des Hautes Études en Sciences Sociales, França)
Rafael Chambouleyron (Universidade Federal do Pará, Brasil)
Renata Pinto Uchôa de Araújo (Universidade Federal da Paraíba)
Rodrigo Ferreira Nery da Silva (Faculdade Joaquim Nabuco, Pernambuco)
Rômulo Xavier (Unversidade Federal de Pernambuco, Brasil)
Sara Oliveira Farias (Universidade Estadual da Bahia)
Severino Vicente da Silva (Universidade Federal de Pernambuco)
Silvia Liebel (Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil)
Suzana Cavani (Universidade Federal de Pernambuco)
Tiago C. P. dos Reis Miranda (Universidade de Évora, Portugal)
Zélia Lopes da Silva (Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", Brasil)

 

Declaração de Direitos Autorais

Ao submeter um artigo à CLIO: Revista de Pesquisa Histórica, o autor garante que o artigo é original, e que não contém declarações caluniosas ou difamatórias, que não infringe quaisquer direitos de propriedade intelectual, comercial ou industrial de terceiros, bem como ressarcir prontamente a Universidade Federal de Pernambuco/CLIO: Revista de Pesquisa Histórica por quaisquer indenizações, prejuízos ou despesas que possam ocorrer em razão da quebra destas garantias.

O autor mantém os direitos autorais sobre o artigo, autorizando, no entanto, a Universidade Federal de Pernambuco/CLIO: Revista de Pesquisa Histórica, a utilizar o referido artigo, no todo ou em parte, editado ou integral, em língua portuguesa ou qualquer outro idioma, em versão impressa, ou qualquer outro meio de divulgação, ficando assim, a referida instituição isenta de qualquer pagamento de direitos autorais ao autor.

 

Normas Éticas e Código de Conduta

O processo editorial da CLIO: Revista de Pesquisa Histórica, desde a submissão do manuscrito até a sua aprovação para publicação, envolve diversas partes: autor(es), editor, editores adjuntos, corpo editorial, avaliadores e equipe editorial – assim, mostra-se indispensável o cumprimento das normas éticas aplicadas pelo periódico em todas as fases do processo editorial.

Como periódico de abrangência nacional e internacional, sustenta-se nas condutas éticas dispostas nos regulamentos do Committee on Publication Ethics (COPE), e também pelos conselhos sobre boas práticas da publicação científica, citados por DOAJ (https://doaj.org/publishers#advice) para autores, revisores, editores e integrantes do corpo editorial, os quais estabelecem parâmetros de boas práticas editoriais, bem como do Committee on Publication  Ethics (http://publicationethics.org/resources/flowcharts). 

Cada membro da Estrutura Editorial do periódico, no exercício de suas funções, assume responsabilidades alicerçadas em condutas éticas no que tange às relações de gênero, religião e política, garantindo sua neutralidade ao longo do processo editorial.


AÇÕES APLICADAS PELO PERIÓDICO EM CONSONÂNCIA COM AS NORMAS ÉTICAS

Diretrizes éticas obrigatórias aos autores:

O(s) autor(es) deve(m) seguir as diretrizes éticas e de conduta, sob pena de sanções aplicadas pelo editor e equipe editorial, que se veem no direito de suspender ou revogar os privilégios de publicação em qualquer etapa do processo editorial, bem como solicitar esclarecimentos e/ou edições no artigo.

Diretrizes éticas obrigatórias ao corpo editorial e avaliadores:

O corpo editorial e os avaliadores que atuam na análise dos manuscritos designados para sua apreciação não devem apresentar conflitos de interesses relacionados à pesquisa e/ou aos financiadores da pesquisa, não atuando em caráter pessoal e mantendo a conduta adequada na apresentação de seus argumentos e recomendações ao(s) autor(es). Deve-se aceitar para avaliação somente os manuscritos que se enquadram em sua área de atuação/expertise, visando a garantir a emissão de parecer coerente e relevante.

Diretrizes éticas obrigatórias à equipe editorial (Editor, Editores Associados, Secretaria Editorial):

A equipe editorial deve preservar o anonimato de todos os envolvidos no processo editorial e não apresentar conflito de interesses relacionados à rejeição ou aprovação dos manuscritos ao longo do processo editorial.

  • Copyright

Os conteúdos dos artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores. Ao submeter o artigo, o(s) autor(es) garante(m) que ele não contém nenhuma violação de quaisquer direitos autorais ou outro direito de terceiros. A revista segue o padrão Creative Commons (CC BY 4.0 não comercial), que permite, adaptação e criação de obras derivadas do original. As novas obras devem conter menção ao(s) autor(es) nos créditos.

  • Plágio

Prezando pela ética editorial dos estudos submetidos e publicados, a CLIO: Revista de Pesquisa Histórica utiliza o software de verificação de similaridade de conteúdo/plagiarismo (Crossref Similarity Check). Além disso, conta com a colaboração dos pareceristas, que, no momento da avaliação double blind, notificam à equipe editorial qualquer semelhança substancial entre o manuscrito em questão e artigos já publicados ou simultaneamente submetidos a outros periódicos, assim como outras informações consideradas pertinentes.

  • Originalidade do artigo

Os artigos submetidos devem ser inéditos, nacional e internacionalmente, não estando sob consideração para publicação e/ou publicado em nenhum outro periódico ou veículo de divulgação. Os conteúdos dos artigos assinados são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). Ao submeter o artigo, o(s) autor(es) garante(m) que ele não contém nenhuma violação de quaisquer direitos autorais ou outro direito de terceiros. É permitido citar parte de artigos sem autorização prévia, desde que seja identificada a fonte.


  • Retratação

Os procedimentos adotados pela CLIO: Revista de Pesquisa Histórica para o registro e a publicação de erratas, retratações e manifestações de preocupação são baseados nas normas apresentadas, que seguem as orientações dos principais comitês de ética, indexação e publicação científica Committee on Publication  Ethics (http://publicationethics.org/resources/flowcharts) e também nas Normas de Retratação do COPE.


 

Formulário de Avaliação Respondido pelos Pareceristas

MODELO DE FICHA DE AVALIAÇÃO RESPONDIDA PELOS PARECERISTAS SOBRE CADA ARTIGO 

  

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA 

CLIO: REVISTA DE PESQUISA HISTÓRICA

ISSN 2525-5649

 

 ROTEIRO PARA PARECERISTAS

 

Prezado(a) parecerista, caso tenha algum impedimento ético ou de qualquer outra natureza em analisar o artigo encaminhado, pedimos a gentileza de nos comunicar com a máxima brevidade, para que possamos solicitar a colaboração de outro(a) colega.

O prazo para o envio do parecer é de 10 dias, a contar do recebimento do artigo a ser apreciado.

Pedimos a ajuda do(a) parecerista para que verifique, no momento da avaliação, e notifique à equipe editorial, qualquer semelhança substancial entre o manuscrito em questão e artigos já publicados ou simultaneamente submetidos a outros periódicos, assim como outras informações consideradas pertinentes.

A CLIO: Revista de Pesquisa Histórica informa que tem por prática enviar aos autores o teor dos pareceres, omitindo toda e qualquer informação que porventura possa identificar o parecerista.

 

1.  Identificação do(a) parecerista:

Nome:

Titulação (grau e área):

Vínculo institucional e Departamento:

Endereço eletrônico:

 

2.  Título do Artigo:

  

3.  Avalie o artigo, quando couber, segundo os seguintes aspectos:

1. Consistência dos argumentos e densidade da análise: 

Excelente

(    )

Bom

(    )

Razoável

(    )

Fraco

(    )


2. Pertinência e relevância da documentação e bibliografia utilizadas: 

Excelente

(    )

Bom

(    )

Razoável

(    )

Fraco

(    )

 

3. Coerência entre estrutura argumentativa do artigo e opção teórico-metodológica adotada: 

Excelente

(    )

Bom

(    )

Razoável

(    )

Fraco

(    )


d. Considerando-se os itens acima, você considera o texto: 

Excelente

(    )

Bom

(    )

Razoável

(    )

Fraco

(    )


e.  O artigo pode ser publicado:

(   ) Sim, sem restrições.

( ) Sim, preferencialmente com as sugestões apresentadas (nas observações     ou em ofício à parte).

(   ) Somente com as sugestões apresentadas.

(   ) Não.

 

4.  Parecer: (solicitamos o preenchimento de pelo menos dois quesitos, a seu critério)

Quanto à relevância do tema:

 

Quanto à qualidade e estrutura do texto:

 

Quanto à contribuição para a produção e divulgação do conhecimento:

  

4. Outras observações:

 

_______________________, _____ de ______________ de __________.

(Local)                              (dia)         (mês)                Ano