Projetos de pesquisas na perspectiva de comportamentos, atitudes e práticas sexuais entre homens que fazem sexo com homens

Natália Oliveira de Freitas, Josueida de Carvalho Sousa, Ednaldo Cavalcante de Araújo

Resumo


As epidemias do HIV/AIDS é uma realidade mundial. No Brasil, a comunidade LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis) está lidando com o fato de que elas são reais, vieram para ficar e que a perspectiva de cura é longínqua. Há significativas evidências de que homens jovens masculinos que praticam sexo com outros do mesmo sexo estão mais vulneráveis e envolvidos em práticas sexuais de maior risco de transmissão e contágio para o HIV/AIDS e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST).


Texto completo:

PDF (English) PDF


DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963.2015.10486



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

 doajPeriódicoscapes

bvs elsevier nlm diadorim periodicaabec

 

cinahl citefactor cuidenplusb socolar ulrichs sumarios