Violência doméstica contra a mulher: representações sociais de agentes comunitários de saúde

Daiane Broch, Vera Lúcia de Oliveira Gomes, Camila Daiane Silva, Giovana Calcagno Gomes, Daiane Porto-Gautério Abreu, Marina Bisio Mattos

Resumo


RESUMO

Objetivo: analisar estrutura e conteúdo das representações dos Agentes Comunitários de Saúde acerca da violência doméstica contra a mulher. Método: estudo descritivo, de abordagem qualitativa, fundamentado na Teoria das Representações Sociais, realizado em Unidades de Saúde da Família do Município de Rio Grande/RS. Coletaram-se os dados por meio de evocações livres e entrevistas, os quais foram tratados pelo software EVOC 2005 e análise contextual. De um total de 115 agentes, 27 participaram da entrevista. Resultados: compuseram o núcleo central os termos agressão, agressão física, covardia, falta de respeito e tristeza. Trata-se de uma representação fundamentada em aspectos negativos e estruturada por conter as dimensões: conceito, atitude e imagem. Conclusão: espera-se que os resultados sejam problematizados no cotidiano de trabalho da equipe de saúde e utilizados para a prevenção, identificação e ampliação de estratégias para o enfrentamento da violência doméstica. Descritores: Agentes Comunitários de Saúde; Violência Contra a Mulher; Enfermagem.

ABSTRACT

Objective: to analyze the structure and content of the representations of the community health agents about domestic violence against women. Method: a descriptive study of a qualitative approach based on the theory of social representations held in Family Health Units of the Municipality of Rio Grande/RS. The data were collected through free evocations and interviews, which were treated by EVOC 2005 software and contextual analysis. In a total of 115 agents, 27 participated in the interview. Results: the central terms were aggression, physical aggression, cowardice, lack of respect and sorrow. It is a representation based on negative aspects and structured to contain the dimensions: concept, attitude and image. Conclusion: it is expected that the results are problematized in the of health staff working daily and used for the prevention, identification and expansion of strategies for fighting domestic violence. Descriptors: Community Health Workers; Violence Against Women; Nursing.

RESUMEN

Objetivo: analizar la estructura y el contenido de las representaciones de los Agentes Comunitarios de Salud acerca de la violencia doméstica contra la mujer. Método: estudio descriptivo, de enfoque cualitativo, fundamentado en la Teoría de las Representaciones Sociales, realizada en Unidades de Salud de la Familia del Municipio de Rio Grande/RS. Se recogieron los datos por medio de evocaciones livres y entrevistas, los cuales fueron tratados por el software EVOC 2005 y el análisis contextual. De un total de 115 agentes, 27 participaron de la entrevista. Resultados: compusieron el núcleo central los términos agresión, agresión física, cobardía, falta de respeto y tristeza. Se trata de una representación fundamentada en aspectos negativos y estructurada por contener las dimensiones: concepto, actitud e imagen. Conclusión: se espera que los resultados sean problematizados en el cotidiano de trabajo del equipo de salud y utilizados para la prevención, identificación y ampliación de estrategias para el enfrentamiento de la violencia doméstica. Descriptores: Agentes Comunitarios de Salud; Violencia Contra la Mujer; Enfermería.


Palavras-chave


agentes comunitários de saúde; violência contra a mulher; enfermagem

Texto completo:

PDF (English) PDF


DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963-v10i10a11439p3743-3750-2016



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

 doajPeriódicoscapes

bvs elsevier nlm diadorim periodicaabec

 

cinahl citefactor cuidenplusb socolar ulrichs sumarios