Paciente oncológico em cuidados paliativos: a perspectiva do familiar cuidado

Marcy Lins de Albuquerque Pinheiro, Fernanda Demutti Pimpão, Cleiton Murillo de Oliveira Rafael, Uirassú Tupinambá Silva de Lima

Resumo


Objetivo: conhecer a perspectiva do familiar cuidador de paciente oncológico sob cuidados paliativos. Método: estudo qualitativo, exploratório e descritivo, realizado com doze familiares cuidadores de portadores de câncer em cuidados paliativos, atendidos em dois hospitais da cidade de Maceió/AL. Utilizou-se a técnica de entrevista gravada, posteriormente transcrita e analisada por meio da Análise Discursiva de Moraes. A pesquisa teve o projeto aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa, CAAE 16689513.1.0000.0039.  Resultados: emergiram três categorias: percepção do familiar sobre a morte: importência, negação, aceitação e espiritualidade; refletindo sobre o local da terminalidade: a morte em casa ou no hospital na percepção dos familiares; e subsídios de apoio aos familiares. Conclusão: os resultados reafirmam a perspectiva do medo e o receio de lidar com a morte do familiar, ressaltando a necessidade do acompanhamento multidisciplinar. Outros subsídios de apoio identificados foram a fé e a espiritualidade.


Palavras-chave


Oncologia; Cuidados paliativos; Família

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963-v10i5a13551p1749-1755-2016



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

 doajPeriódicoscapes

bvs elsevier nlm diadorim periodicaabec

 

cinahl citefactor cuidenplusb socolar ulrichs sumarios