PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DE PACIENTES IDOSOS ATENDIDOS EM UM PRONTO-SOCORRO

Karla Rona da Silva, Cristiano Inácio Martins, Fernanda Gonçalves de Souza, Shirlei Moreira da Costa Faria, Marina Lanari Fernandes, Mirela Castro Santos Camargos

Resumo


Objetivo: descrever o perfil epidemiológico do paciente idoso atendido em um pronto-socorro referência para politraumatizado. Método: trata-se de um estudo quantitativo, descritivo e transversal a ser realizado em um pronto-socorro de referência em politraumatismo. Compor-se-á a amostra pelos os idosos, isto é, os pacientes com idade igual e superior a 60 anos atendidos no período de 2009 a 2019. Armazenar-se-ão os dados em planilha do programa Excel 2010®, submetendo-os à análise descritiva pelo software Statistical Package for the Social Sciences, versão 19. Resultados esperados: espera-se contribuir com evidenciação científica sobre a demanda de acesso à saúde nos serviços de urgência e emergência por essa população, além de atender às prioridades investigativas propostas pelo Ministério da Saúde.


Palavras-chave


Assistência Integral à Saúde; Fluxo de Trabalho; Atendimento de Emergência; Pesquisa sobre Serviços de Saúde; Serviços Médicos de Emergência; Enfermagem.

Texto completo:

PDF (English) PDF

Referências


Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (BR), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Indicadores Sociodemográficos e de Saúde no Brasil 2009 [Internet]. Rio de Janeiro: IBGE; 2009 [cited 2019 Aug 10]. Available from: https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/saude/9336-indicadores-sociodemograficos-e-de-saude-no-brasil.html?=&t=o-que-e

Beard JR, Officer AM, Cassels AK. The world report on ageing and health. Gerontologist. 2016 Apr; 56:S163-6. DOI: 10.1093/geront/gnw037

Cesari M, Prince M, Thiyagarajan JA, Carvalho IA, Bernabei R, Chan P, et al. Frailty: an emerging public health priority. J Am Med Dir Assoc. 2016 Mar; 17(3):188-92. DOI: 10.1016/j.jamda.2015.12.016

Calero-García MJ, Ortega AR, Navarro E, Calero MD. Relationship between hospitalization and functional and cognitive impairment in hospitalized older adults patients. Aging Ment Health. 2017 Nov; 21(11):1164-70. DOI: 10.1080/13607863.2016.1220917

Rocha FS, Gardenghi G, Oliveira PC. Profile of older people submitted to comprehensive geriatric assessment in a rehabilitation service. Rev Bras Promoç Saúde. 2017 Apr/June; 30(2):170-8. DOI: 10.5020/18061230.2017.p170

Silva JAC, Souza LEA, Ganassoli C. Quality of life in the elderly: prevalence of intervening factors. Rev Soc Bras Clin Med [Internet]. 2017 July/Sept [cited 2020 Jan 15]; 15(3):146-9. DOI: http://www.sbcm.org.br/ojs3/index.php/rsbcm/article/view/283/260

Bordin D, Cabral LPA, Fadel CB, Santos CB, Grden CRB. Factors associated with the hospitalization of the elderly: a national study. Rev Bras Geriatr Gerontol. 2018 July/Aug; 21(4):439-46. DOI: 10.1590/1981-22562018021.180059

Oliveira CP, Santos IMG, Rocca AR, Dobri GP, Nascimento GD. Epidemiological profile of elderly patients treated in the emergency room of a university hospital in Brazil. Rev Med. 2018 Jan/Fev; 97(1):44-50. DOI: 10.11606/issn.1679-9836.v97i1p44-50

Ministério da Saúde (BR), Informações de Saúde, DATASUS Tecnologia da Informação a Serviço do SUS. Morbidade hospitalar do SUS – por local de internação – Minas Gerais [Internet]. Brasília: Ministério da Saúde, 2020 [cited 2019 Aug 10]. Available from: http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/tabcgi.exe?sih/cnv/nimg.def

Silva NTF, Ribeiro RCHM, Galisteu KJ, Cesarino CB, Pinto MH, Beccaria LM. Profile of older adult victims of trauma cared for in the emergency care unit of a teaching. Ciênc Cuid Saúde. 2018 Apr/June; 17(2):1-8. DOI: 10.4025/cienccuidsaude.v17i2.42045

Kimura FA, Lourenço HM. Guia de emergências traumáticas e clínicas. 2nd ed. Belo Horizonte: Health; 2017.

Marconi MA, Lakatos EM. Fundamentos de metodologia científica. 5th ed. São Paulo: Atlas; 2003.




DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963.2020.244796



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

 doajPeriódicoscapes

bvs elsevier nlm diadorim periodicaabec

 

cinahl citefactor cuidenplusb socolar ulrichs sumarios