TREINAMENTO DE HIGIENE ORAL EM PACIENTE CRÍTICO

Lorena Morena Rosa Melchior, Erika Rodrigues dos Santos, Bárbara Dryelle Penha de Carvalho, Mykaella Cristina Araújo Margarida, Thainara Lorraine Costa e Silva Pereira, Gabriela Maria Lara de Paulo, Ana Caroliny da Silva, Lais Lara Silva Xavier

Resumo


Objetivo: descrever a experiência de enfermeiros acerca de um treinamento em saúde realizado em um hospital de alta complexidade, na perspectiva da prática de higiene oral em pacientes críticos, utilizando, como ferramenta, o ciclo do Plan, Do, Check, Ac. Método: trata-se de estudo qualitativo, descritivo, tipo relato de experiência cuja ação tornou possível capacitar os profissionais de Enfermagem visando à melhoria da qualidade da execução da higiene oral realizada, identificando os dificultadores da prática da higienização oral dos pacientes em ventilação mecânica. Resultados: realizou-se a capacitação dos profissionais de Enfermagem visando a melhoria da qualidade da execução da higiene oral realizada, ressaltando os aspectos inerentes à produção do conhecimento, identificando os dificultadores da prática da higienização oral dos pacientes em ventilação mecânica. Conclusão: observou-se a importância em se utilizar modernas metodologias administrativas para se alcançar novos padrões de qualidade, uma vez que, constantemente, são necessárias atualizações acerca das ações em serviços de saúde.


Palavras-chave


Cuidados de Enfermagem; Cuidados Críticos; Higiene Bucal; Unidades de Terapia Intensiva; Saúde Bucal; Hospitalização.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


El-Soussi AH, Asfour HI. A return to the basics; nurses’ practices and knowledge about interventional patient hygiene in critical care units. Intensive Crit Care Nurs. 2016 June; 40:11-17. DOI: 10.1016/j.iccn.2016.10.002

Hua-Ping WBN, Yang KMN. Effects of different oral care scrubs on ventilator associated pneumonia prevention for machinery ventilates patient: a protocol for systematic review, evidence mapping, and network meta-analysis. Medicine. 2019 Mar; 98(12):e14923. DOI: 10.1097/MD.0000000000014923

Cantón-Bulnes ML, Garnacho-Montero J. Oropharyngeal antisepsis in the critical patient and in the patient subjected to mechanical ventilation. Me Intens. 2019 Mar; 43(1):23-30. DOI: 10.1016/j.medin.2018.06.011

Nogueira JWS, Jesus CAC. Oral hygene of the patient admitted in an intensive care unit: integrative review. Rev Eletrônica Enferm. 2017 Dec; 19:a46. DOI: 10.5216/ree.v19.41480

Haghighi A, Shafipour V, Bagheri-Nesami M, Baradari AG, Charati JY. The impact of oral care on oral health status and prevention of ventilator-associated pneumonia in critically ill patients. Aust Crit Care. 2017 Mar; 30(2):69-73. DOI: 10.1016/j.aucc.2016.07.002

Rossi T, Silva WC, Pinto MDS, Alves MBM, Bem RM. Management of knowledge in his viewpoint coordination: strategy, training and planning. Inf Inf. 2017 Sept/Oct; 22(3):535-55. DOI: 10.5433/1981-8920.2017v22n3p535

Associação de Medicina Intensiva Brasileira. Recomendações para higiene bucal do paciente adulto em UTI – AMIB [Internet]. São Paulo: AMIB; 2019 [cited 2019 Dec 10]. Available from: https://www.amib.org.br/fileadmin/user_upload/amib/2019/novembro/29/2019_POP-HB_em_papel-carta_AMIB.pdf

Malik N, Yatim SM, Hussein N, Mohamad H, McGrath C. Oral Hygiene practices and knowledge among stroke-are nurses: a multicentre cross-sectional study. J Clin Nurs. 2018 Jun; 27(9-10):1913-9. DOI: 10.1111/jocn.14241

Malika N, Yatim SM, Lam OLT, Jina L, McGratha C. Factors influencing the provision of oral hygiene care following stroke: an application of the Theory of Planned Behaviour. Disabil Rehabil. 2018 Apr; 40(8):889-93. DOI: 10.1080/09638288.2016.1277397.

Chan EY, Hui-Ling I. Oral care practices among critical care nurses in Singapore: a questionnaire survey. Appl Nurs Res. 2012 Aug; 25(3):197-204. DOI: 10.1016/j.apnr.2010.12.002.

Bonetti D, Hampson V, Queen K, Kirk D, Clarkson J, Young L. Improving oral hygiene for patients. Nurs Stand. 2015 Jan; 29(19):44-50. doi: 10.7748/ns.29.19.44. e9383.

Park SY, Kim SH, Kang SH, Yoon CH, Lee HJ, Yun PY, et al. Improved oral hygiene care attenuates the cardiovascular risk of oral health disease: a population-based study from Korea. Eur Heart J. 2019 Apr; 40(14):1138–45. DOI: doi.org/10.1093/eurheartj/ehy836.




DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963.2021.245930



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

 doajPeriódicoscapes

bvs elsevier nlm diadorim periodicaabec

 

cinahl citefactor cuidenplusb socolar ulrichs sumarios