MEMÓRIA DE FILHOS EM CONVIVÊNCIA FAMILIAR COM PAIS ALCOOLISTAS

Larissa de Oliveira Vieira, Geisa Araújo Galvão, Edméia Campos Meira, Andréa dos Santos Souza, Vanessa Thamyris Carvalho dos Santos, Larissa Campos Meira, Laiza Carvalho Costa, Sávio Luiz Ferreira Moreira

Resumo


Objetivo: apreender nas lembranças de filhos em história de vida o sentido e o significado da convivência familiar com pais alcoolistas. Método: trata-se de um estudo qualitativo, descritivo, exploratório, com ênfase na História Oral de Vida, realizado com cinco filhos de pais alcoolistas no período de abril a maio de 2019, por meio de entrevistas semiestruturadas. Analisaram-se os dados pela Análise de Conteúdo. Resultados: percebeu-se que o adoecimento é concomitante, dos pais em virtude do uso abusivo do álcool, e também dos filhos que estão em coexistência virtual de memória no desenvolvimento humano e vivenciaram situações de conflitos e violência. Descreveram-se ainda os sentimentos ambíguos desenvolvidos pelos filhos a partir da relação com o pai, como a vergonha, humilhação, medo, estresse, angústia, mas na fase adulta houve a ressignificação da convivência no cuidado com o pai, através da identificação dos sentimentos de tolerância e respeito.  Conclusão: identificou-se que a reabilitação psicossocial dos filhos possibilitou a ressignificação da relação com o pai. Aponta-se para a importância dos profissionais de saúde estabelecerem estratégias de cuidado aos alcoolistas e também aos filhos, que são cuidadores e vivenciam situações de codependência e sofrimentos emocionais na relação com o familiar alcoolista.


Palavras-chave


Relações familiares; Codependência; Transtornos relacionados ao uso de álcool; Alcoolismo; Saúde mental; Promoção da saúde.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


- Munhoz TN, Santos IS, Nunes BP, Mola CL, Silva ICM, Matijasevich A. Trends in alcohol abuse in Brazilian capitals between 2006 and 2013: analysis of VIGITEL information. Cad. Saúde Pública [Internet]. 2017 [citado 2020 Maio 28]; 33(7): e00104516. DOI: 10.1590/0102-311X00104516

- Haverfield MC, Theiss JA. Parent's alcoholism severity and family topic avoidance about alcohol as predictors of perceived stigma among adult children of alcoholics: Implications for emotional and psychological resilience. Health Commun [Internet]. 2016 [cited 2020 May 28]; 31(5):606‐616. DOI:10.1080/10410236.2014.981665

- Melo CF, Cavalcante IS. Codependency in Family of Addicts. Rev Fund Care Online [Internet]. 2019 [citado 2020 Maio 28]; 11(n. esp):304-310. DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2019.v11i2.304-310

– Pandini A, D’artibale EF, Paiano M, Marcon SS. Social and family support network: living with a family member who uses drugs. Ciênc Cuid Saúde [Internet]. 2016 [citado 2020 Maio 28];15(4):716-22. doi: http://dx.doi.org/10.4025/cienccuidsaude. v15i4.34602

- Batista A. Father alcoholism and educational practices. Revista PsicoFAE: Pluralidades em Saúde Mental [Internet]. 2016 [citado 2020 Maio 28]; 4(1): 49-60. Disponível em: https://revistapsicofae.fae.edu/psico/article/view/56

- Teixeira EP, Hoepers NJ, Correa AM, Dagostin VS, Soratto MT. Family coping with alcoholism. Rev. Saúde Com [Internet]. 2015 [citado 2020 Maio 28]; 11 (3): 213-226. Disponível em: http://periodicos2.uesb.br/index.php/rsc/article/view/364

- Nascimento LTR, Souza J, Gaino LV. Relationship between family member and alcohol user undergoing treatment at a specialized psychosocial care center. Texto & Contexto Enferm [Internet]. 2015 [citado 2020 Maio 28]; 24(3):834-41.Disponível em: https://doi.org/10.1590/0104-07072015003610013

- Wlodarczyk O, Schwarze M, Rumpf HJ, Metzner F, Pawils S. Protective mental health factors in children of parents with alcohol and drug use disorders: A systematic review. PLoS One [Internet]. 2017 [cited 2020 May 28]; 12(6):e0179140. DOI:10.1371/journal.pone.0179140

- Bergson H. Matter and Memory. 2ª a ed. São Paulo: Martins Fontes; 1999.

- Meihy JSB, Holanda F. Oral history: how to do and how to think. São Paulo (SP): Contexto; 2007

- Bardin L. Content analysis. 6ª ed. Lisboa: Edições 70; 2011.

- Brasil. Ministério da Saúde. Child Health: what it is, care, policies, vaccination, breastfeeding. [internet]. 2019 [citado 2020 Maio 28]. Disponível em: https://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/crianca

- Nadda A, Malik JS, Bhardwaj AA, Khan ZA, Arora V, Gupta S, et al. Reciprocate and nonreciprocate spousal violence: A cross-sectional study in Haryana, India. J Family Med Prim Care [internet]. 2019 [cited 2020 May 28]; 8:120-4. Available from: http://www.jfmpc.com/text.asp?2019/8/1/120/251156

- Ferraboli CR, Guimarães AN, Kolhs M, Galli KSB, Guimarães AN, Schneider JF. Alcoholism and family dynamics: feelings and manifestations. Cien. Cuid. Saúde [internet]. 2015 [citado 2020 Maio 28]; 14 (4), 1555-1563. DOI: https://doi.org/10.4025/cienccuidsaude.v14i4.27245

-Souza CM, Vizzotto MM, Gomes MB. Relationship between family violence and post-traumatic stress disorde. Psic Saúde & Doenças [Internet]. 2018 Ago [citado 2020 Maio 28]; 19( 2 ): 222-233. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862018000200005&lng=pt. http://dx.doi.org/10.15309/18psd190205

- Martins AG, Nascimento ARA. Domestic violence, alcohol and other associated factors: a bibliometric analysis. Arq. bras. Psicol. [Internet]. 2017 [citado 2020 Maio 28]; 69(1):107-21. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-52672017000100009&lng=pt

- Muniz KRA, Xavier AR, Santana JR. Alcohol abuse and transgenerational inheritances within the family. [Internet]. 2019 [citado 2020 Maio 28]; 6(3):140-158. Disponível em: http://revista.srvroot.com/linkscienceplace/index.php/linkscienceplace/article/view/725/429

- Justino YAC, Nascimento CRR. Relationship between father and adolescent son in families that experienced conjugal violence. Revista da SPAGESP [Internet]. 2020 [citado 2020 Maio 28]: 21(1), 92-109. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1677-29702020000100008

- Leme VBR, Fernandes LM, Jovarini NV, Falcão AO, Moraes GA. Young people's perceptions of the transition to adulthood and family relationships. Minas Gerais, Rev Interist Psicol [Internet]. [citado 2020 Maio 28]; 2016; 9 (2):18294. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1983-82202016000200003&lng=pt.

- Ferro L, Meneses-Gaya C. Resilience as a protective factor in drug use among university students.Saúde e Pesquisa [Internet]. [citado 2020 Maio 28]; 2015; 8, 139-149. Disponível em: https://periodicos.unicesumar.edu.br/index.php/saudpesq/article/view/3774/2519

- Sena ELS, Santos VTC, Subrinho LQ, Carvalho PAL. Family perception of adolescents about care in the drug consumption context. Rev. Eletr. Enf [Internet]. 2018 [cited 2020 May 28]; 20:v20a20. Available from: https://doi.org/10.5216/ree.v20.48274

- Zerbetto SR, Galera SAF, Ruiz BO. Family resilience and chemical dependency: perception of mental health professionals. Rev Bras Enferm [Internet]. 2017 [cited 2020 May 28]; 70(6):1184-90. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0476

- Oliveira E, Santos M, Guerra O. Work as a strategy for the psychosocial reintegration of drug addicts from the family perspective. Rev Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental [Internet]. 2019 [citado 2020 Mai 06]; (21), 23. Disponível em http://dx.doi.org/10.19131/rpesm.0234

- Carvalho PAL, Moura MS, Carvalho VT, Reis MCS, Lima CBO, Sena ELS. The family in the psychosocial rehabilitation of people with mental suffering. Rev Enferm UFPE online [Internet]. 2016 [citado 2020 Mai 07]; 10(5):1701-8. Disponível em: Disponível em:https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/viewFile/13545/16317




DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963.2021.246038



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

 doajPeriódicoscapes

bvs elsevier nlm diadorim periodicaabec

 

cinahl citefactor cuidenplusb socolar ulrichs sumarios