The use of the Rogan vaccine during the prenatal in Rh-negative women: knowledge of health professionals

Raquel Trovão de Medeiros, Renato Galvão Bezerra, Rejane Maria Paiva de Menezes, Rejane Marie Barbosa Davim, Camila Fernandes da Silva Carvalho

Resumo


ABSTRACT

Objective: to identify the nurse and physician knowledge on the importance of using anti-Rh vaccine during the prenatal care of pregnant women with Rh-negative blood types. Method: this is a descriptive and exploratory study, with a quantitative approach, developed along with physicians and nurses who work in prenatal care services in hospitals and in the Family Health Program (FHP) in the towns of Bento Fernandes and Santo Antonio, in the agreste region of the State of Rio Grande do Norte, Brazil. The study was approved by the Committee of Ethics in Research of Universidade Federal do Rio Grande do Norte with a Favorable Recommendation under the Protocol 101/06 CEP-UFRN. Results: there is a need of efforts from all healthcare professionals in order to place a greater emphasis on isoimmunization and potential perinatal hemolytic disease in the prenatal care services, aiming to avoid future complications for the mother and child. Conclusion: one can realize there is not a more effective action provided by the professionals; this is not due to the lack of information on the disease and/or vaccine, but it occurs, especially, because they do not know how to use the vaccine when pregnant women with Rh-negative blood are identified during the prenatal care. Descriptors: nursing; prenatal; pregnancy; Rh isoimmunization; prevention; women’s health.

RESUMO

Objetivo: identificar o conhecimento do enfermeiro e médico acerca da importância da utilização da vacina anti-Rh durante o pré-natal em gestantes portadoras de Rh negativo. Método: trata-se de um estudo do tipo exploratório descritivo, com abordagem quantitativa, desenvolvido com médicos e enfermeiros que trabalham em serviços de pré-natal em instituições hospitalares e no Programa Saúde da Família (PSF) nos municípios de Bento Fernandes e Santo Antônio, localizados na região agreste do Estado do Rio Grande do Norte. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Rio Grande do Norte com Parecer Favorável e Protocolo n. 101/06 CEP-UFRN. Resultados: é necessário que haja esforços de todos os profissionais da saúde no sentido de dar maior ênfase à isoimunização e possível doença hemolítica perinatal nos serviços de assistência pré-natal, com a finalidade de evitar futuras complicações para mãe e bebê. Conclusão: percebe-se que não há ação mais efetiva por parte dos profissionais, não em função da falta de informações sobre a doença e/ou vacina, mas, principalmente, porque não é do conhecimento a utilização da vacina quando identificam gestantes Rh negativo durante o pré-natal. Descritores: enfermagem; pré-natal; gestação; isoimunização Rh; prevenção; saúde da mulher.

RESUMEN

Objetivo: identificar el conocimiento del enfermero y del médico acerca de la importancia de la utilización de la vacuna anti-Rh durante el prenatal en gestantes portadoras de Rh negativo. Método: se trata de un estudio del tipo exploratorio-descriptivo, con abordaje cuantitativa, desarrollado con médicos y enfermeros que trabajan en el prenatal en institutos hospitalares y en el Programa Salud de la Familia (PSF) en los municipios de Bento Fernandes y Santo Antônio, localizados en la región agreste del Estado do Rio Grande do Norte, Brasil. El estudio fue aprobado por el Comité de Ética en Investigación de la Universidade Federal do Rio Grande do Norte con Parecer Favorable y Protocolo 101/06 CEP-UFRN. Resultados: es necessario que haya esfuerzo de todos los profesionales de la salud para dar más énfasis a la isoimunización y possible enfermedad hemolítica perinatal en los servicios de asistencia prenatal, con la finalidad de evitar futuras complicaciones para la madre y su hijo. Conclusión: se percebe que no hay acción más efectiva por parte de los profesionales, esto no se da por falta de informaciones relativas a la enfermedad y/o vacuna, pero, principalmente, porque ellos no conocen la utilización de la vacuna cuando identifican gestantes Rh negativo durante el prenatal. Descriptores: enfermería; prenatal; gestación; isoimunización Rh; prevención; salud de la mujer.


Palavras-chave


pré-natal; gestação; isoimunização; fator Rh; sensibilização; prevenção; saúde da mulher.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5205/reuol.1302-9310-2-LE.0505201115



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

 doajPeriódicoscapes

bvs elsevier nlm diadorim periodicaabec

 

cinahl citefactor cuidenplusb socolar ulrichs sumarios