BIOGEOQUÍMICA DO FÓSFORO EM SOLOS DA REGIÃO SEMI-ÁRIDA DO NE DO BRASIL

Ignacio Hérnan Salcedo

Resumo


Nesta revisão são apresentados os principais fatores que controlam a disponibilidade de fósforo (P) do solo para as plantas na região semi-árida nordestina. Os dados disponíveis para a região são bastante limitados, em comparação com dados para regiões onde predomina agricultura comercial com elevados insumos. Inicialmente são apresentados dados das concentrações de P total, orgânico e inorgânico em solos, relacionando a variabilidade desses atributos com as variações regionais no material originário do solo. Solos derivados de sedimentos apresentaram teores de P total ao redor de 100 mg kg-1 enquanto em solos originados do cristalino os teores foram três a cinco vezes maiores. De forma geral, o teor de P inorgânico disponível para as plantas é insuficiente na maior parte da região semi-árida. Os processos biogeoquímicos que se descrevem na segunda parte do trabalho são de natureza bastante geral em termos espaciais. Entretanto, seus efeitos se apresentam com maior ou menor intensidade em função da ocupação do solo, da topografia, do clima e do material de origem do solo, fatores estes que tem uma forte dependência espacial na região semi-árida.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJ
ROADDRJI

PERIÓDICOS CAPES

 

 

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.