ANÁLISE DA VARIABILIDADE ESPAÇO-TEMPORAL DA PRECIPITAÇÃO NA BACIA DO RIO PARAÍBA USANDO IAC

Lincoln Eloi de Araújo, Djane Fonseca da Silva, João Miguel de Moraes Neto, Francisco de Assis Salviano de Sousa

Resumo


A bacia hidrográfica do rio Paraíba é de grande importância para o setor agrícola e, consequentemente, para o desenvolvimento socioeconômico local e regional O objetivo deste trabalho foi o de analisar como a variabilidade climática influencia a precipitação local e qual a variabilidade espaço-temporal das chuvas na região. A metodologia utilizada foi o Índice de Anomalia de Chuvas (IAC), desenvolvida por Rooy em 1965. Foram encontradas semelhanças entre os padrões de chuva das sub-bacias rio Taperoá e Alto Paraíba e das sub-bacias do Médio e Baixo Paraíba. Um “ponto de inflexão” na distribuição da precipitação foi encontrado nas sub-bacias do Taperoá e Alto Paraíba, nelas foram observados anos secos consecutivos até a década de 1960. Já nas sub bacias do Médio e Baixo Paraíba foram verificadas semelhanças na alternância de anos secos e chuvosos ao longo da série de IAC.

Texto completo:

PDF ()

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI
PERIÓDICOS CAPES