PROBLEMÁTICA SÓCIO-AMBIENTAL DO LIXO E GESTÃO DA COLETA EM ÁREAS POBRES DO RECIFE-PE: UM DESAFIO TERRITORIAL

Heitor Salvador de Oliveira

Resumo


O lixo produzido nas cidades tem se tornado um desafio constante. Hoje, o crescimento populacional em áreas urbanas, juntamente com o aumento da produção e do consumo, constituem fatores decisivos nesse processo, pois elevam a produção de lixo nas grandes metrópoles. Nesta perspectiva, a gestão dos resíduos sólidos, principalmente a coleta de lixo, tornou-se um desafio para a qualidade de vida das populações urbanas, rincipalmente em áreas pobres de cidades como Recife, onde as desigualdades sociais se fazem presentes no espaço urbano. Essas diferenciações no espaço são refletidas direta e diariamente nas dificuldades de realização da coleta de lixo, devendo assim a coleta ser pensada no âmbito metropolitano, compreendendo o território da cidade como território vivido pela população, não apenas como limite político-administrativo entre bairros, regiões e municípios.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.51359/2238-6211.2007.228689

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJ
ROADDRJI

PERIÓDICOS CAPES

 

 

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.