EVIDÊNCIAS GEOMORFOLÓGICAS COMO FERRAMENTAS PARA A RECONSTRUÇÃO PALEOGEOGRÁFICA NA MANTIQUEIRA OCIDENTAL MG

Ronaldo Missura, Antonio Carlos de Barros Corrêa

Resumo


A bacia do Ribeirão dos Poncianos está situada na região ocidental da Serra da Mantiqueira, porção mineira deste importante compartimento morfoestrutural do Sudeste do Brasil. Na área são evidenciados controles estruturais que influenciam a drenagem e a disposição dos compartimentos do relevo. Além dos controles estruturais sobre a disposição da sedimentação quaternária, também foram estudados os modelados deposicionais que se estruturam em colúvios existentes em algumas vertentes da área de estudo. A análise sedimentológica das amostras destes materiais coluviais e das datas obtidas por LOE (Luminescência Opticamente Estimulada) indicam que esses sedimentos de encostas decorrem de respostas do sistema geomorfológico local a mudanças climáticas que ocorreram durante o Pleistoceno Superior. Suas origens estão vinculadas a movimentos gravitacionais lentos (colúvios) e soterramento de espessos horizontes orgânicos (turfeiras). Os limites entre estas unidades ocorrem na forma de discordância erosiva e deposicional. Os materiais encontrados apresentam características genéticas peculiares e opostas, o que proporcionou, através da análise de suas propriedades deposicionais e formativas, atribuir-lhes como sendo fruto de flutuação climáticas ocorridas ao final do Pleistoceno.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI
PERIÓDICOS CAPES