MEMÓRIA ORAL & ESCRITA, FRENTES FLORESTAIS E A CONSTRUÇÃO DO TRABALHO GEOGRÁFICO

Nilson Cortez Crócia de Barros

Resumo


O trabalho reúne várias observações e reflexões acerca da experiência de pesquisa em Geografia nas condições de fronteira de povoamento, na Amazônia (Roraima), no final do século 20. Apresenta a importância de se ter uma atenção especial aos processos de produção das estatísticas demográficas. Resgata a relevância das relações entre a Geografia e a Antropologia nos espaços geográficos de conteúdos interétnicos sob acelerada mudança cultural.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI
PERIÓDICOS CAPES