ESTUDO DA DESERTIFICAÇÃO EM GILBUÉS-PIAUÍ: CARACTERIZAÇÃO FÍSICA, VARIABILIDADE CLIMÁTICA E IMPACTOS AMBIENTAIS

Ivamauro Sousa Silva

Resumo


Este trabalho representa uma avaliação prévia de aspectos referentes à Geografia e sua relação com o contexto ambiental, aliado à espacialização dos elementos físicos, como o clima, o solo, a vegetação, o relevo e a hidrografia. Nesse sentido, objetiva-se caracterizar, compreender e elucidar a influência destes elementos, afim de verificar se há relação com o processo de desertificação. A área de estudo localiza-se no município de Gilbués-Piauí, no Nordeste do Brasil. Considera-se neste artigo, os aspectos morfológicos, bem como as variabilidades climáticas associadas à forte erosividade das chuvas locais e da erodibilidade dos solos, que assumem maior expressividade nos condicionantes da desertificação. Em outras palavras, as causas da desertificação em Gilbués, fazem parte de um complexo jogo de relações dos eventos naturais. Desta forma, faz-se necessário analisar as bases físicas com a magnitude da desertificação e somar conhecimentos, na tentativa de minimizar os impactos ambientais e o drama de grupos sociais das áreas urbanas e rurais que vivem nas zonas áridas e semi-áridas, o que inclui, grosso modo, o núcleo de Desertificação de Gilbués e várias outras localidades no território brasileiro.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI
PERIÓDICOS CAPES