UMA DISCUSSÃO GEOGRÁFICA SOBRE A PRIVATIZAÇÃO DOS ESPAÇOS PÚBLICOS PELO TURISMO

Wilson Martins Lopes Junior

Resumo


A privatização de espaços públicos pelo turismo implica que áreas públicas de uso comum tornem-se altamente valorizadas provocando a segregação socioespacial. Diante disto torna-se necessário analisar a produção e o consumo destes espaços, bem como seus atores e suas formas de apropriação/expropriação. Deste modo o objetivo da pesquisa é o de analisar o processo de ocupação, posse e privatização dos espaços públicos de lazer e turismo, considerando as contradições e conflitos de interesses, os usos e formas de consumo destes espaços, o papel do Estado, e a própria demanda de lazer dos citadinos. Como diretriz, tem-se a relação existente entre espaços públicos e a privatização destes para o turismo numa cidade em que o espaço urbano demonstre segregação socioespacial que vai além da questão da habitação, refletindo também nos referidos espaços públicos. Mas nesta etapa, este artigo, ainda se concentra na discussão teórica com base geográfica que colabora na compreensão desse processo de privatização dos espaços públicos destinados ao lazer e turismo. Posteriormente haverá a definição da cidade e realização de outros procedimentos metodológicos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI
PERIÓDICOS CAPES