CONDICIONAMENTO LITOLÓGICO E TECTÔNICO NA MORFOMETRIA DA BACIA DO RIO CONCEIÇÃO – QUADRILÁTERO FERRÍFERO/MG

Luiz Fernando de Paula Barros, Pedro Henrique Corrêa de Araújo Barros, Antônio Pereira Magalhães Júnior

Resumo


Localizada no Quadrilátero Ferrífero, a bacia do Rio Conceição apresenta ampla variedade litológica e um contexto estrutural complexo, tendo sido ainda pouco estudada. O presente trabalho objetiva discutir um controle litológico e tectônico na configuração desta bacia e em sua dinâmica fluvial. Para isso, foram calculados parâmetros morfométricos – Declividade Média (Dm), Densidade de Drenagem (Dd), Gradiente do Canal principal (Gcp), Índice de Sinuosidade (Is) e Índice de Rugosidade (Ir) – e construídos modelos digitais de elevação para bacias de terceira e quinta ordem hierárquica instaladas em diferentes grupos litológicos. Aplicou-se também o Índice de Hack (ou RDE) ao canal principal dessas bacias. Constatou-se que a morfometria das bacias e drenagens varia amplamente de um grupo geológico para outro. A bacia instalada no Grupo Itabira foi a que apresentou, em tese, maior potencial erosivo e maior capacidade e competência em seus canais, pois apresenta a maior Dd, baixo Is e elevado Gcp, além de valores relativamente elevados de Dm e Ir. Um forte controle litoestrutural foi observado na bacia do Ribeirão do Caraça, onde se encontram vários trechos com anomalia de 1ª ordem, tendo um deles atingido um desnível de 300 m em apenas 0,54 km.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI
PERIÓDICOS CAPES