O ENQUADRAMENTO PAISAGÍSTICO COMO CONTRIBUIÇÃO AOS ESTUDOS DA SUB-BACIA DO RIO SALGADO/CE: DO DOMÍNIO MORFOESTRUTURAL AOS GEOSSISTEMAS.

Simone Cardoso Ribeiro, Flavia Jorge de Lima, Mônica dos Santos Marçal

Resumo


Para estabelecer uma metodologia de estudo tendo a paisagem como objeto, necessita-se de uma visão abrangente sobre os fatores definidores desta, tanto aqueles internos, que a constituem, quanto os externos, que a influenciam de forma direta ou indireta. Desta forma, identificar o contexto geoambiental da paisagem em questão é de suma importância para uma interpretação mais acurada de suas origem e dinâmica. A sub-bacia do rio Salgado pode ser enquadrada em diversos sistemas de paisagens, de acordo com a escala de estudo. De forma geral, está situada em uma área semi-árida, em terrenos cristalinos e sedimentares da Província Borborema, enquanto em escala mais regional, faz parte do Domínio Morfoclimático das Caatingas. Do ponto de vista das paisagens locais, apresenta vários Domínios Naturais, delimitados a partir da compartimentação das geoformas: Chapadas e chapadões, Vales, Serras e Sertões, sendo que cada Domínio se subdivide em unidade menores de acordo com suas características físico-biológicas, os Sistemas Ambientais (Geossistemas). Assim, para classificarmos as paisagens da sub-bacia do rio Salgado, baseando-se em sua dinâmica e evolução para avaliarmos suas potencialidades e limites de uso, é de suma importante identificarmos o contexto paisagístico em que ela se enquadra, em escala local, regional e nacional.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI
PERIÓDICOS CAPES