LIVROS NAS PRATELEIRAS, VERBOS NO CHÃO: aproximações entre Geografia, Literatura e Existência

Angelita Pereira de Lima, Eguimar Felício Chaveiro

Resumo


O presente artigo é resultado das discussões realizadas no âmbito do grupo de Estudos e Pesquisa “Dona Alzira” – Espaço, sujeito e existência, vinculado ao Laboter/IESA/UFG e tem como objetivo principal promover uma aproximação entre Geografia e Literatura para saber se esta pode conferir ao discurso/fazer geográfico algum grau de acesso ao conhecimento além da racionalidade hegemônica. A indagação nuclear que preside as reflexões é: como proceder a aproximação entre Geografia e Literatura capaz de, em mantendo a tradição de conhecimento e as pretensões simbólicas e culturais próprias de cada um desses campos do labor humano, promover um diálogo de forma a enriquecer o modo geográfico de ler o mundo? Seria Literatura uma espécie de lente capaz de fortalecer a Geografia como modo de compreender o olhar dos outros? Diante disso, afirmamos que a análise geográfica necessita superar o tipo de abordagem em que utiliza e instrumentaliza a Literatura como ilustração e documento da realidade. A nosso ver, a Literatura não só informa ao discurso geográfico que a narrativa é polissêmica – e que assim também é a realidade / o espaço vivido - como convida o/a geógrafo/a a assumir o papel de narrador atravessado por toda a subjetividade que esse lugar pressupõe.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI
PERIÓDICOS CAPES