USO E COBERTURA DO SOLO EM ÁREAS SEMIÁRIDAS DO NORDESTE DO BRASIL

Tiago Henrique de Oliveira, Josiclêda Domiciano Galvíncio

Resumo


A ocupação desordenada dos espaços pela sociedade vem pressionando os recursos naturais que, muitas vezes, são utilizados de forma inadequada. O objetivo deste estudo é o de analisar o uso e ocupação do solo em área semiárida do Nordeste do Brasil, com especial atenção ao município de São José do Sabugi, utilizando imagens do Landsat TM 5. O município possui: Savana-Estépica Arborizada, áreas com utilização antrópica (agropecuária), áreas com uma maior presença de solo exposto e as áreas com vegetação ciliar. O método da Máxima Verossimilhança (MAXVER) apresentou uma boa resposta na classificação da imagem do município de São José do Sabugí, podendo ser perceptível a discriminação entre os diferentes níveis de Savana-estépica Arborizada condicionadas ao uso do solo. A influência topográfica exerce grande influencia na distribuição da Savana-estépica Arborizada no município. Esses resultados podem servir para tomada de decisão de políticas públicas em áreas semiáridas do Nordeste do Brasil. Em geral, sugere-se que esses resultados sejam encontrados com bastante semelhança para outras áreas semiáridas do Nordeste do Brasil.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.51359/2238-6211.2011.228940

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJ
ROADDRJI

PERIÓDICOS CAPES

 

 

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.