APTIDÃO PEDOCLIMÁTICA DA CULTURA DA MAMONA NO ESTADO DA PARAÍBA

PAULO ROBERTO MEGNA FRANCISCO, FREDERICO CAMPOS PEREIRA, MARIA MARLE BANDEIRA, RAIMUNDO MAINAR DE MEDEIROS, MIGUEL JOSE DA SILVA, JOSE VANDILSON DO NASCIMENTO SILVA

Resumo


Este trabalho teve o objetivo de realizar o mapeamento da aptidão pedoclimática da cultura da mamona no estado da Paraíba, oferecendo meios para o planejamento agrícola, conforme o Zoneamento Agropecuário da Paraíba, objetivando o alcance de uma maior produtividade e seu desenvolvimento econômico. Neste sentido, pretendeu reunir e disponibilizar as informações sobre a aptidão edáfica da cultura e contribuir com a utilização racional das terras do Estado da Paraíba. Identificou-se 2.842,33 km2 de terras com Aptidão Plena representando 5,06% da área total do estado distribuídas no Agreste Acaatingado, Mata e Litoral, Sertão Alto e Brejo. As áreas de Aptidão Moderada perfazem um total de 19.419,37 km2, representando 34,57% da área total do estado. As áreas Inaptas perfazem um total de 33.481,90 km2, correspondendo a 59,62% da área total do estado. As maiores limitações ocorridas são devidas aos solos predominantes: LUVISSOLO HIPOCRÔMICO Órtico, PLANOSSOLO NÁTRICO, NEOSSOLO LITÓLICO Eutrófico e AFLORAMENTOS DE ROCHAS, que resumem limitações muito fortes, principalmente devidas à escassez de água nestas regiões, além da pequena profundidade dos solos, presença de pedregosidade e rochosidade, características estas que tornam difícil qualquer possibilidade de utilização agrícola ou pecuária nestas condições.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI
PERIÓDICOS CAPES