ANÁLISE MULTITEMPORAL DA TEMPERATURA DA SUPERFÍCIE ATRAVÉS DE IMAGENS DO TM LANDSAT 5, NA CIDADE DE PALMAS-TO

Juliana da Costa Santos, Roberta Araújo e Silva, Girlene Figueiredo Maciel, José Luiz Cabral da Silva Júnior, Eduardo Baptistella Emiliano

Resumo


As evolutivas alterações no uso e ocupação do solo, decorrentes do processo de urbanização, resultam em modificações no clima das cidades, afetando o desenvolvimento do meio e a qualidade de vida da população. A temperatura da superfície é um importante parâmetro biofisico relacionado, dentre outros fatores, com o tipo de cobertura do solo e que influencia indiretamente a temperatura do ar. Palmas, capital do Tocantins, teve sua implantação no ano de 1989, passando por processos acelerados de crescimento populacional e expansão do seu Plano Diretor, sendo necessário o monitoramento das condições climáticas da região. Esse estudo propõe a obtenção e análise da temperatura de superfície em Palmas, a partir de imagens de satélites do TM Lansat 5 para os anos de 1991, 2003 e 2010 e da utilização do algoritmo Surface Energy Balance Algorithm for Land - SEBAL visando identificar a variação multitemporal da temperatura da superfície, as mudanças ocorridas na cobertura da superfície e a ocorrência de Ilhas de Calor. Os resultados obtidos permitiram verificar que, no decorrer dos anos de estudo, houve uma intensificação na temperatura da superfície da região e que há a ocorrência de ilhas de calor com amplitude térmica de 11°C.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI
PERIÓDICOS CAPES