SIG NA ANÁLISE AMBIENTAL: SUSCEPTIBILIDADE EROSIVA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO CÓRREGO MUTUCA, NOVA LIMA – MINAS GERAIS

Vanessa Cecília Benavides Silva

Resumo


Os estudos geomorfológicos que visam compreender os processos erosivos e suas feições resultantes têm recebido significativas contribuições das técnicas e metodologias do Geoprocessamento. Essas técnicas, dentre outras finalidades, permitem identificar as áreas mais propensas à erosão e os focos erosivos, podendo assim, auxiliar na compreensão das causas das ocorrências. Contribuem também, na busca de alternativas de controle e recuperação dos locais degradados, fornecendo subsídios para a definição de usos adequados e compatíveis com as características ambientais locais. Considerando a importância de conhecer e buscar medidas de controle, o estudo proposto tem por finalidade realizar a classificação e o mapeamento da susceptibilidade erosiva natural e com a influência antrópica da bacia hidrográfica do córrego Mutuca, localizada no Município de Nova Lima, em Minas Gerais, a partir da metodologia de análise de multicritério. Essa análise permite a investigação combinada de diferentes variáveis para gerar um mapa síntese, a partir da definição de pesos e notas atribuídos às variáveis e suas respectivas classes, demonstrando a influência de cada variável no fenômeno considerado. Os procedimentos de tratamento das informações e de elaboração de mapas foram realizados utilizando o softwarede Sistema de Informações Geográficas ArcGIS 10.1, sendo utilizadas ferramentas do Analysis Tools eSpatialAnalyst.Os mapas temáticos e o mapa síntese foram elaborados na escala 1:60.000. Como resultado, foi possível realizar uma análise qualitativa e quantitativa da influência antrópica na susceptibilidade erosiva da bacia em estudo.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI
PERIÓDICOS CAPES