ARENIZAÇÃO E EROSÃO HÍDRICA NO SUDOESTE DO RIO GRANDE DO SUL: ANÁLISE DOS AGENTES CONDICIONANTES E CONSIDERAÇÕES BÁSICAS PARA INTERVENÇÕES MECÂNICO-VEGETATIVAS

Carmem Lucas Vieira, Roberto Verdum

Resumo


A arenização ocorre, predominantemente, em uma região localizada a sudoeste do estado Rio Grande do Sul/Brasil, em um perímetro que abrange 11 municípios da Campanha gaúcha, Bioma Pampa. O processo de arenização se apresenta na forma sedimentos inconsolidados depositados sobre a superfície ou como áreas desprovidas de vegetação e solo exposto à ação direta de agentes erosivos. De modo associado ao processo de arenização verifica-se a ocorrência de ravinas e voçorocas, havendo uma grande carência quanto à geração de tecnologias destinadas ao seu controle e estabilização. O emprego de técnicas mecânico-vegetativas se constitui em uma alternativa menos onerosa, de menor impacto na paisagem e maior viabilidade socioambiental. A estabilização de processos erosivos em áreas rurais e urbanas pode prevenir não somente a ocorrência de desastres naturais, como a rápida e crescente perda de área agrícola em propriedades rurais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI
PERIÓDICOS CAPES