QUESTÕES AMBIENTAIS URBANAS: DISCUSSÕES E REFLEXÕES TEÓRICAS SOBRE AS ÁREAS VERDES LOCALIZADAS EM CENTROS URBANOS

Felipe Gomes Rubira

Resumo


Este artigo baseou-se em reflexões teóricas sobre as relações que envolvem as áreas verdes em centros urbanos. O procedimento metodológico utilizado foi a pesquisa bibliográfica. A pesquisa teve como objetivo apresentar as principais discussões e reflexões teóricas sobre a importância das áreas verdes nos grandes centros urbanos, os benefícios que elas proporcionam para a população urbana e as diferentes funções que elas podem exercer em um centro urbano, assim como elucidar os problemas de degradação ambiental que o processo de urbanização comumente gera para essas áreas verdes. Concluiu-se que os centros urbanos devem ter dentro dos limites municipais áreas verdes, pois são inúmeros os benefícios que essas áreas exercem no meio ambiente, como o equilíbrio solo-clima-vegetação, na atenuação dos níveis dos ruídos e na melhoria da estética urbana. Concluiu-se também que as áreas verdes apresentam diferentes funções: ecológica, social, educativa, psicológica e estética, que podem ser utilizadas para a melhoria da qualidade de vida das pessoas. Quanto à degradação das áreas verdes, concluiu-se que a urbanização substitui a vegetação natural por construções que acabam por alterar o meio ambiente negativamente, originando processos de degradação ambiental, que por consequência, podem afetar a sociedade e sua respectiva qualidade de vida.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI
PERIÓDICOS CAPES