AVALIAÇÃO DO BALANÇO DE ÁGUA NA AMAZÔNIA SIMULADO PELO MODELO ETA-HADGEM2-ES NO PERÍODO DE 1985 A 2005

Vinícius Machado Rocha, Francis Wagner Silva Correia, Sin Chan Chou, André Lyra, Paulo Ricardo Teixeira Silva, Weslley Brito Gomes, Leonardo Vergasta

Resumo


O objetivo deste estudo é avaliar o balanço de água na bacia amazônica simulado pelo modelo Eta-HadGEM2-ES para o período de 1985 a 2005, definido como clima presente. Para tanto, os componentes do balanço de umidade simulados pelo modelo são comparados aos campos gerados a partir de dados observacionais e de reanálises. De modo geral, o modelo Eta-HadGEM2-ES conseguiu reproduzir de maneira satisfatória as características climatológicas sobre a Amazônia e da América do Sul. Na escala sazonal, a precipitação simulada apresentou bias negativo na Amazônia durante o verão e positivo no inverno, especialmente nos setores oeste e sul da bacia. A evapotranspiração simulada é superestimada na bacia amazônica e na região Centro-Sul do Brasil durante o verão e subestimada no Nordeste do Brasil em ambas as estações. O modelo superestimou o transporte de vapor d’água da Amazônia para as latitudes superiores do continente. Quanto à convergência de umidade, valores superestimados (subestimados) foram observados no oeste (centro) da Amazônia. Na média anual, foi verificado que não ocorreu o fechamento do balanço de água simulado pelo modelo na bacia amazônica – desbalanço de umidade da ordem de 69%.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI
PERIÓDICOS CAPES