ANÁLISE EVOLUTIVA DO USO E OCUPAÇÃO DAS TERRAS NAS ILHAS DO MASSANGANO E RODEADOURO, ALTO SUBMÉDIO SÃO FRANCISCO, PETROLINA-PE

Luiz Henrique de Barros Lyra, Daniel Rodrigues de Lira, Drielly Naama Fonsêca da Silva, Riclaudio Silva Santos

Resumo


A análise do uso e ocupação das terras em bacias hidrográficas são uma das técnicas de gestão e planejamento ambientais mais eficazes para o ordenamento do território e conservação de suas paisagens. Em particular, as ilhas do Massagano e Rodeadouro são unidades geomorfológicas fluviais importantes para o equilíbrio do sistema maior que estão inseridas, no Submédio São Francisco, constituindo indicadores da dinâmica geomórfica da Planície circunjacente pela sedimentação do rio e de outros agentes como escoamentos pluviais, lacustres e eólicos que se refletem numa diversidade de condições de solos, de flora e fauna. Este cenário torna-se um atrativo para múltiplas atividades como a fruticultura, horticultura e o turismo de visitação e lazer. Neste sentido, este trabalho teve como objetivo avaliar a evolução do uso e ocupação das terras nas ilhas entre os anos de 1950, 1998 e 2015, destacando a implantação da Barragem de Sobradinho e do Polo Irrigado na região, e seus impactos ambientais como o desequilíbrio da vazão natural, o desmatamento, a erosão dos solos e o assoreamento do rio. Constatou-se o crescimento das culturas agrícolas que avançaram sobre as áreas de florestas, como também, o aumento da urbanização incipiente e da atividade comercial associada ao turismo.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI
PERIÓDICOS CAPES