CIDADANIA PAISAGÍSTICA

David Tavares Barbosa

Resumo


O presente artigo almeja contribuir com o debate sobre a cidadania paisagística, questão problematizada no diálogo institucional entre os grupos de pesquisa LECgeo/UFPE e GEOPPOL/UFRJ. A partir da participação nesse projeto e de algumas questões sistematizadas nos dois primeiros anos da pesquisa do doutorado em desenvolvimento, buscarei apresentar algumas proposições iniciais e articulações teóricas que permitam aproximar o debate paisagístico da pauta da justiça social e da cidadania. Nossa perspectiva de análise buscará lançar luz à possibilidade de apreender e problematizar a paisagem (e a cidadania paisagística, por extensão) enquanto um conceito e instrumento com função social, capaz de articular estratégias de contestação, resistência e canalizar ações políticas para a mobilização de direitos, construção de visibilidade social e demanda por cidadania dos grupos sociais.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJ
ROADDRJI

PERIÓDICOS CAPES

 

 

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.