OS ESPAÇOS NAS ESTRATÉGIAS DOS GRUPOS UMBANDISTAS PARA O EXERCÍCIO DE CIDADANIA NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

Marcelo Alonso Morais

Resumo


No Município do Rio de Janeiro, a crescente intolerância religiosa, a dificuldade de acesso aos espaços públicos
e de manutenção dos espaços privados, além da necessidade de adaptação das religiões à Constituição Brasileira,
vem levando grupos umbandistas a criarem estratégias espaciais que possibilitem reconhecimento, visibilidade e
efetividade de decisões que atendam às demandas de cidadania. Este artigo tem como objetivo refletir sobre
como os espaços fazem parte das estratégias dos grupos umbandistas no exercício da cidadania na cidade do Rio
de Janeiro, tornando-se um referencial que interfere no processo de construção identitário e cria o sentimento de
pertencimento, as redes de solidariedade e o reconhecimento no/do espaço.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJ
ROADDRJI

PERIÓDICOS CAPES

 

 

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.