DETERMINAÇÃO DE REDE DE MONITORAMENTO HIDROSSEDIMENTOLÓGICO NA BACIA DO RIO MACHADINHO-RO

Vinicius Alexandre Sikora de Souza, Claudia Daza Andrade, Otto Correa Rotunno Filho

Resumo


A evolução desordenada de ocupação do solo na bacia do rio Machadinho em Rondônia na Amazônia ocidental provoca erosão e degradação hidropedológica dos solos na região com reflexos de ordem hidrossedimentológica em trechos fluviais que via de regra não dispõem de observações coletadas em seções fluviométricas ao longo do rio. Nesse sentido, o compromisso deste estudo está em formular uma proposição de concepção e implementação de uma rede de monitoramento. Duas vertentes principais de caracterização de natureza observacional e de mensuração balizam o referencial de análise, associando-se notadamente com a avaliação de variáveis dinâmicas, que apresentam padrões de relevante variabilidade, e de variáveis estáticas, que incorporam, por sua vez, aspectos fisiográficos da região de estudo. A aplicação metodológica na bacia, que levou em conta procedimento de ponderação para a alocação do monitoramento, implicou o estabelecimento de uma rede de 10 estações situadas ao longo da bacia, sendo uma delas no seu exutório. 

Texto completo:

PDF

Apontamentos



INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI

PERIÓDICOS CAPES