EMPREGO DA PEDOMETRIA NA DELIMITAÇÃO DOS SOLOS DE PLANÍCIE FLUVIAL DO BAIXO CURSO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO IVAÍ (NOROESTE DO PARANÁ)

Alexei Nowatzki, José Guilherme Oliveira, Marcelo Ng Wei Ban Hung, Leonardo José Cordeiro Santos

Resumo


Planícies fluviais são porções da paisagem localizadas nos vales, constituídas de sedimentos aluviais e sujeitas a alagamentos periódicos. Sua funcionalidade ambiental se relaciona à formação de corredores de biodiversidade, aporte de nutrientes aos cursos d’água, filtragem, estabilização das margens dos rios evitando a erosão e assoreamento. O mapeamento de solos nessas planícies é normalmente uma atividade difícil e complexa, em virtude principalmente dos acessos precários em campo. O baixo curso da bacia hidrográfica do rio Ivaí, área de estudo deste trabalho, apresenta uma extensa planície fluvial com ocorrência de Neossolos Flúvicos, Gleissolos e Organossolos. A pedometria pode contribuir na delimitação dessas áreas, mapeando com precisão e em escalas de detalhe. O objetivo deste trabalho foi aplicar o método de tabulação cruzada na integração dos atributos topográficos, índice de posição topográfica e índice topográfico de umidade modificado, a fim de mapear porções da paisagem com solos característicos da planície fluvial. Como resultado, foram gerados dois grupos: solos de planície fluvial (11% da área de estudo) e solos de planalto (com 89%). Essa fase não possibilita a distinção das classes de solos, pois para isso etapas pontuais de campo associadas a fotointerpretação da área são necessárias.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI

PERIÓDICOS CAPES