ANÁLISE DE FRAGILIDADE AMBIENTAL NA BACIA DA BARRAGEM CAMARÁ, AREIA (PB)

Jeferson Mauricio Rodrigues, Gabriel da Nóbrega Monteiro, Jonas Otaviano Praça de Souza

Resumo


O presente trabalho foi feito na bacia hidrográfica da Barragem Camará localizada no Município de Areia (PB). Esta barragem teve um rompimento no ano de 2004, o que trouxe a perspectiva de analisar a situação dessa bacia atualmente, pois, sabendo que uma bacia hidrográfica além de fazer captação da água de chuva, é também o palco que ocorre a produção de sedimento, justifica os estudos voltados a identificação de áreas propensas à erosão. Dessa forma, entender as áreas com maiores indícios de fragilidade, traz à luz a perspectiva de desenvolver gestões para recuperação ou preservação de áreas susceptíveis à erosão. A metodologia consiste numa adaptação de ROSS (1994), CREPANI (1996) e ROMANO (2016), no intuito de atingir aos objetivos levantados por este trabalho. Concluindo que a barragem possui 4 pontos mais susceptíveis à erosão, cada um com uma característica similar, desenvolvida pela interação dos elementos do sistema ambiental associados ao fator antrópico.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI
PERIÓDICOS CAPES