GEOPARQUE SERIDÓ (RN) E SUAS FEIÇÕES GEOMORFOLÓGICAS

Marcos Antonio Leite do Nascimento

Resumo


O relevo terrestre se encontra em constantes mudanças ao longo do tempo, mostrando-se com diferentes feições e parte dessas são encontradas no território do Geoparque Seridó/RN. No RN identificou-se que dos sete domínios geomorfológicos descritos (i) Planícies Costeiras; (ii) Vales dos rios Piranhas e Apodi; (iii) Tabuleiros Costeiros; (iv) Baixos Platôs da Bacia Potiguar; (v) Planaltos Residuais Sertanejos; (vi) Planaltos da Borborema e (vii) Depressão Sertaneja; três estão inseridos no território do geoparque, são eles: Planaltos Residuais Sertanejos; Planaltos da Borborema e Depressão Sertaneja. Dos dezessete padrões de relevo mapeados, sete foram identificados (i) planaltos; (ii) chapadas e platôs; (iii) superfícies aplainadas retocadas ou degradas; (iv) inselbergs e outros relevos residuais; (v) domínio de colinas dissecadas e de morros baixos; (vi) domínio de morros e serras baixas; e (vii) escarpas serranas. No mapeamento geomorfológico apenas uma das quatro unidades morfoestruturais foi identificada, o Cinturão Orogênico Brasiliano. Das sete unidades morfoesculturais, somente duas estão no território (i) Depressão Sertaneja e (ii) Planalto da Borborema. As diferentes geoformas encontradas, como as pedras do Caju, do Dinossauro, do Nariz e do Coração permitem aos visitantes não apenas contemplar a paisagem natural em si, mas também se aproximar de conhecimentos ainda não adquiridos em outros momentos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI
PERIÓDICOS CAPES