CARTOGRAFIAS EXISTENCIAIS DE MULHERES NO ASSENTAMENTO CANUDOS (GOIÁS)

Ana Carolina de Oliveira Marques

Resumo


Neste texto, compartilha-se trajetos existenciais percorridos por três mulheres assentadas em Canudos (Palmeiras
de Goiás - GO). A cartografia desses trajetos revela a produção singular de significados a esse espaço
denominado genericamente “assentamento de reforma agrária”. Em essência, contribui-se ao desvendamento da
complexidade da luta pela terra na perspectiva dos sujeitos que a compõem. Desvia-se da tendência de
compreender os assentamentos a partir de uma “visão do alto”. A cartografia existencial se traduz, assim, num
exercício de aproximação dos mundos da vida de mulheres assentadas, onde corpos, desejos, emoções e afetos
definem as coordenadas fundamentais.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJLATINDEX
ROADDRJI

PERIÓDICOS CAPES