ANÁLISE ESTATÍSTICA PARA DETECÇÃO DE TENDÊNCIAS EM SÉRIES TEMPORAIS DE TEMPERATURA E PRECIPITAÇÃO NO RECIFE-PE

Marcos Antonio Barbosa da Silva Junior, Gastão Cerquinha da Fonseca Neto, Jaime Joaquim da Silva Pereira Cabral

Resumo


O presente trabalho buscou identificar tendências nas séries temporais de temperatura e precipitação na cidade do Recife-PE. Para isso, foram utilizados os dados diários, mensais e anuais da estação climatológica Recife (Curado), operada pelo INMET, entre 1961 e 2017. As tendências foram detectadas por meio de regressão linear simples e testes de Mann-Kendall (com níveis de significância de 5% e 10%) e Curvatura de Sen, usando o software estatístico XLSTAT 2018. Os resultados mostraram tendência positiva para as séries temporais de temperaturas mínima, média e máxima (mensal e anual). Nas séries de precipitações máximas e totais (mensal e anual), a regressão linear simples não apontou tendência nos dados, diante dos baixos coeficientes de determinação. Em contrapartida, os testes de Mann-Kendall e Curvatura de Sen mostraram que, apenas para os meses de março e setembro, foi detectada tendência negativa e estatisticamente significante nas séries temporais dos totais precipitados. Já a ocorrência de eventos com precipitações extremas (≥ 100mm/24h) apresentou tendência positiva e levemente significante.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJ
ROADDRJI

PERIÓDICOS CAPES

 

 

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.