OS ACORDES-PAISAGENS: UMA NOVA PROPOSTA PARA A LEITURA DO ESPAÇO GEOGRÁFICO

José D'Assunção Barros

Resumo


O artigo propõe-se a discutir a possibilidade de aplicação do conceito musical de “acorde” para o tratamento geográfico e historiográfico de paisagens. Para tal, procede em uma primeira seção a uma revisão mais geral de aspectos envolvidos na apreensão de paisagens, e após o esclarecimento do conceito de “acorde” na Música e em outros campos que o adotaram, desenvolve a proposta de aplicação do conceito à apreensão de paisagens, oferecendo exemplos correspondentes. Postula-se como uma contribuição original ao vocabulário geográfica e ao campo teórico de reflexão sobre a paisagem

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.51359/2238-6211.2020.244641

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJ
ROADDRJI

PERIÓDICOS CAPES

 

 

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.