MAPEAMENTO E ANÁLISE DOS NÍVEIS DE SEVERIDADE DE ÁREAS DE QUEIMADAS NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO COM O USO DE TÉCNICAS DE SENSORIAMENTO REMOTO

Eurides Ferreira de Alcântara, Renato de Oliveira Fernandes

Resumo


O conhecimento da abrangência das queimadas bem como sua severidade são fatores essenciais para mensurar os diferentes impactos ambientais, especialmente sobre o clima. Em regiões semiáridas, como no Nordeste Brasileiro, devido às características específicas da vegetação, o mapeamento das queimadas apresenta grandes desafios. O presente trabalho tem como objetivo mapear a extensão e o grau de severidade de queimadas ocorridas na microbacia hidrográfica do Riacho do Barriga, localizada no município de Farias Brito na Região Metropolitana do Cariri no semiárido cearense, no período de 01 de setembro a 31 de outubro de 2019 empregando técnicas de sensoriamento remoto por meio da aplicação do RBR (relativized burn ratio) calculado com base no NBR (Normalized Burn Ratio) pré e pós incêndio utilizando imagens do sensor MSI (MultiSpectral Instrument ) embarcado no satélite sentinel-2. Os resultados obtidos mostraram que cerca de metade da área em estudo foi acometida por queimadas (1.045,05 ha), com níveis de severidade de baixa (29,5%) a moderada (20,6%). O RBR mostrou-se uma ferramenta importante na delimitação e caracterização de queimadas, superestimando as áreas de queimadas em 8,2% e subestimando em 7,2% às áreas não queimadas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJ
ROADDRJI

PERIÓDICOS CAPES

 

 

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.