AS CIDADES E SUAS REPRESENTAÇÕES: CRUZANDO OLHARES DOS (AS) ESTUDANTES SOBRE SÃO GONÇALO, NITERÓI E SEROPÉDICA (RIO DE JANEIRO, BRASIL)

Amélia Cristina Alves Bezerra, Ana Claudia Ramos Sacramento, Adriana Carvalho Silva

Resumo


A escola é um espaço estratégico de reflexão sobre o urbano e a cidade. Para o ambiente escolar convergem os sujeitos e suas narrativas dos espaços em que vivem.  Nesse sentido, este artigo é resultante de um esforço coletivo para pensar as diferentes leituras e representações dos estudantes sobre suas cidades. Esta investigação envolve três Instituições de ensino superior – Universidade Federal Fluminense (UFF), Faculdade de Formação de Professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Ffp-Uerj) e Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) – as três cidades onde estão localizadas, respectivamente – Niterói, São Gonçalo e Seropédica – e as escolas de educação básica participantes da pesquisa e situadas nas referidas cidades. Para o desenvolvimento da investigação lançamos mão da metodologia mista, em que tanto os dados quantitativos quanto qualitativos são produzidos simultaneamente. Neste artigo apresentaremos e discutiremos as respostas atribuídas a quatro perguntas semiestruturadas, as duas primeiras questionavam a representação da cidade, de maneira geral, e as duas outras, mais específicas, sobre a relação dos(as) estudantes com as cidades onde vivem. Partindo dessa pesquisa, conseguimos cruzar os diversos olhares e representações, permitindo identificar as singularidades e, ao mesmo tempo, as universalidades que orientam a forma como as cidades são compreendidas pelos(as) estudantes que compõe o espaço escolar.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.51359/2238-6211.2020.245864

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJ
ROADDRJI

PERIÓDICOS CAPES

 

 

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.