CARACTERIZAÇÃO MORFOMÉTRICA DAS BACIAS DE CONTRIBUIÇÃO DOS RESERVATÓRIOS UMARI E MENDUBIM, SEMIÁRIDO DO RIO GRANDE DO NORTE, BRASIL.

Herbter Ranielle Lira De-Carvalho, Gustavo Herique Gonzaga da Silva Henry-Silva

Resumo


É grande a carência de dados morfométricos de sub-bacias do Nordeste brasileiro. Em geral, os trabalhos são voltados para a caracterização de grandes bacias, sendo raramente, encontrados trabalhos voltados para as bacias de contribuição de reservatórios. Neste sentido, o presente trabalho teve como objetivo caracterizar as bacias de contribuição de dois reservatórios no semiárido do Rio Grande do Norte, Umari e Mendubim, aplicando técnicas de geoprocessamento em modelos digitais de elevação (MDE), gerados e disponibilizados, de forma gratuita, pelo Instituto Nacional de Pesquisa Espaciais (INPE), a partir de imagens do programa “Shuttle Radar Topography Mission” (SRTM). O processamento dos MDEs foi realizado utilizando o programa livre QGIS 2.18. A partir dos dados extraídos foram realizadas as análises hipsométricas e morfométricas das bacias em estudo. Ambas as bacias possuem formatos, predominantemente, alongados, com pequena tendência a enchentes, especialmente a bacia de contribuição do reservatório de Umari. As redes de drenagem possuem baixa densidade, declividade e velocidade de escoamento, com substratos permeáveis e com relativo equilíbrio entre escoamento e infiltração. O geoprocessamento de MDEs e a aplicação de ferramentas disponíveis no QGis 2.18 se mostraram eficientes na obtenção das informações necessárias ao gerenciamento de reservatórios e de suas bacias de contribuição.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJ
ROADDRJI

PERIÓDICOS CAPES

 

 

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.