A Produção Capitalista do Espaço: o caso do mercado imobiliário do município de Jaboatão dos Guararapes (PE) e as novas reconfigurações produtivas na RMR

Mariana Freire Agra Galvão

Resumo


O presente trabalho explicita o processo de produção do espaço como elemento essencial para a reprodução do capital, tendo por objetivo demonstrar a relação existente entre práticas de gestão das cidades e a dinamização da acumulação capitalista, considerando a passagem do gerenciamento ao empresariamento e utilizando o mercado imobiliário do município de Jaboatão dos Guararapes como estudo de caso para exemplificar o atual quadro de produção da moradia no Brasil, que vem se mostrando voltado para o grande capital. O mercado imobiliário do Jaboatão dos Guararapes mostra-se aquecido, em decorrência das novas reconfigurações produtivas da Região Metropolitana do Recife, especificamente, o crescimento do Complexo Industrial Portuário de Suape (CIPS), que impulsionou exponencialmente demandas por moradias nos municípios imediatamente contíguos ao complexo bem como em toda a Região Metropolitana do Recife, repercutindo em um quadro de aquecimento do Mercado Imobiliário, em especial o formal na área litorânea do município de Jaboatão dos Guararapes. Pretende-se, a partir desse quadro, compreender a produção capitalista da habitação neste espaço.


Palavras-chave


Habitação; Produção Capitalista; Jaboatão dos Guararapes; Mercado Imobiliário; Complexo Industrial Portuário de Suape

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

  

Dialnet

 

 

 

 

Revista MOVIMENTOS SOCIAIS E DINÂMICAS ESPACIAIS

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Telefone: +55 (81)2126-7372; E-mail: revistamsde@gmail.com

Recife - Pernambuco - Brasil

 

 Licença Creative Commons

 A Revista Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais foi licenciada com uma Licença Creative Commons