Desafios da Região Nordeste no Contexto das Políticas Sociais

Sônia Maria de Lira

Resumo


A construção socioterritorial do Nordeste esteve atrelada aos interesses mercantilistas peninsulares, porém vinculados às elites locais que se formaram posteriormente. O liberalismo republicano manteve a concentração de terras e permitiu a exclusão étnica da população. Nesse contexto, as políticas sociais implantadas, no decorrer do tempo, não reverteram os graves problemas acumulados historicamente. O índice de desenvolvimento social (IDS), 2006, é de 7,08, o pior entre as regiões brasileiras. Os desafios a serem superados, então, são muitos destacando-se: déficit habitacional, baixo nível de escolarização, reduzido acesso ao trabalho produtivo etc. E mesmo com as políticas de complementação de renda, aumento real do salário mínimo e ampliação do crédito, os quais minimizaram a miséria, nos últimos anos, ainda são necessárias ações públicas conjuntas entre os vários entes federados, para que um novo espaço do cidadão nordestino possa ser construído com mais inclusão e justiça social.

Palavras-chave


Nordeste- políticas sociais - desafios

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

          

         

    

 

 

 

 

REVISTA MOVIMENTOS SOCIAIS E DINÂMICAS ESPACIAIS (ISSN: 2238-8052)

Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Departamento de Ciências Geográficas, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Cidade Universitária, Av. Prof. Moraes Rego, n. 1235, CEP: 50670-901, Recife, Pernambuco, Brasil

Tel.: +55 (81)2126-7369

E-mail: revistamsde@gmail.com

 

 Licença Creative Commons

 A Revista Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais foi licenciada com uma Licença Creative Commons