A Atuação das ONGs na Primeira Fase do Movimento Ambiental em Sergipe 1983-1992

Matheus Pereira Mattos Felizola, Fernando Bastos Costa

Resumo


A pesquisa em tela teve por objetivo principal estudar o surgimento, o papel, e a estrutura dos movimentos ambientais sergipanos entre 1983 e 1992. Período histórico que vai do surgimento das primeiras organizações ambientais no estado até o ano de 1992, que atraiu a atenção mundial para o problema do meio ambiente na conferência do Rio de Janeiro. Esse objetivo foi norteado pela questão principal da pesquisa, que foi analisar a relação entre a missão, a estrutura e a ação das Organizações Ambientalistas em Sergipe no período histórico de nove anos. A pesquisa surgiu da necessidade de mapear e avaliar criticamente o movimento ambiental em Sergipe observando desde o seu surgimento, até a eclosão da Rio 92, que modificou o formato e a atuação das ONGs no Brasil. Os procedimentos metodológicos focaram a pesquisa bibliográfica, levantamento nos jornais sergipanos, análise detalhada de nove “movimentos” selecionados e entrevistas em profundidade, semi-estruturadas, com atores sociais ligados ao tema. Como conclusão, observou-se que o ambientalismo em Sergipe, desde o seu surgimento, esteve associado ao resgate da consciência com relação ao meio ambiente, no combate a problemas de degradações locais, e na busca por uma legitimidade da opinião pública. E que nessa primeira fase denominada por muitos de “romântica” o movimento ambiental em Sergipe, galgou seus primeiros passos que foram fundamentais para a institucionalização das discussões ambientais no Estado e para o surgimento do Partido Verde.

Palavras-chave


Palavras-chave: Ambientalismo, Movimentos Sociais e ONGs

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

  

Dialnet

 

 

 

 

Revista MOVIMENTOS SOCIAIS E DINÂMICAS ESPACIAIS

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Telefone: +55 (81)2126-7372; E-mail: revistamsde@gmail.com

Recife - Pernambuco - Brasil

 

 Licença Creative Commons

 A Revista Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais foi licenciada com uma Licença Creative Commons