Impactos Socioterritoriais dos Assentamentos Rurais no Município de Passira/PE: uma análise das suas dimensões sociais

Hugo Arruda de Morais

Resumo


Este artigo possui como objetivo, a exposição de parte dos resultados da pesquisa sobre os impactos socioterritoriais desencadeados pelos territórios dos assentamentos rurais na vida das famílias assentadas no Município de Passira-PE. Através de análise teórica e empírica sobre este tema, pôde-se observar que os territórios dos assentamentos rurais podem possibilitar mudanças efetivas na condição de vida do homem do campo. Os assentamentos rurais são compreendidos aqui como fruto do processo contínuo e conflituoso da luta pela terra empreendida no campo pelos camponeses sem-terra a partir dos seus movimentos socioterritoriais. Um processo que acontece a partir da espacialização e territorialização da luta pela terra, ou seja, que se estabelece muito antes da implantação desses territórios pelo Estado. Nesse caminho, os assentamentos passam a ser territórios de transformação social, política e econômica, possibilitando o desencadeamento de mudanças a partir de seus territórios. Mudanças que se dão em dimensões econômicas, políticas e sociais, sendo estas destacadas aqui neste artigo.


Palavras-chave


Impactos socioterritoriais, Assentamentos rurais, Movimentos sociais, Passira.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

  

Dialnet

 

 

 

 

Revista MOVIMENTOS SOCIAIS E DINÂMICAS ESPACIAIS

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Telefone: +55 (81)2126-7372; E-mail: revistamsde@gmail.com

Recife - Pernambuco - Brasil

 

 Licença Creative Commons

 A Revista Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais foi licenciada com uma Licença Creative Commons