Reflexões sobre o “Direito à Cidade” em Henri Lefebvre: obstáculos e superações

Lívia Maschio Fioravanti

Resumo


Procuramos analisar por meio de um exercício teórico-metodológico alguns dos elementos apontados na obra de Henri Lefebvre que permitiram a construção do Direito à Cidade como um projeto orientador de outra sociedade, a Sociedade Urbana. Para alcançá-la teórica e praticamente, é preciso compreender as contradições do momento atual que, por meio de um conjunto de cisões, afastam a concretização de um espaço marcado pela produção (em seu sentido filosófico) e pela possibilidade de apropriação criativa do mundo (para além da dominação e da propriedade). Consideramos como fator impeditivo ao Direito à Cidade a existência de um campo cego – mantido pelas ideologias (de Estado, de classe, da mercadoria, do crescimento) e pelos mitos (da tecnocracia e da participação) –, o qual cria constrangimentos e fragmentações nos espaços-tempos atuais. Estratégias de classe e de Estado, além de um olhar e uma prática permeados por representações, abstrações-concretas e que consideram o possível apenas a partir do presente dificultam a produção de espaços renovados e o surgimento das centralidades próprias ao urbano. Entretanto, apesar dos diversos mecanismos de controle impostos ao espaço e ao cotidiano dessa Sociedade Burocrática de Consumo Dirigido, existem elementos no presente que podem indicar uma via de transformação e dar potência aos resíduos que sobrevivem (e se intensificam) no cotidiano. Esse processo de superação das relações socioespaciais atuais ocorreria, segundo Lefebvre, pela estratégia urbana, encontrada na prática e na problemática urbana e que permitiria apreender e construir o virtual e o impossível hoje através do movimento da realidade.


Palavras-chave


Henri Lefebvre, Direito à Cidade, sociedade urbana, estratégia.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

  

Dialnet

 

 

 

 

Revista MOVIMENTOS SOCIAIS E DINÂMICAS ESPACIAIS

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Telefone: +55 (81)2126-7372; E-mail: revistamsde@gmail.com

Recife - Pernambuco - Brasil

 

 Licença Creative Commons

 A Revista Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais foi licenciada com uma Licença Creative Commons