A Cidade de Direito ao Direito à Cidade: movimentos sociais de luta pela moradia e a produção do espaço na cidade do Crato/CE

João César Abreu de Oliveira Filho

Resumo


O presente trabalho tem por finalidade discutir os movimentos sociais de luta pela moradia e o direito à cidade através das lutas sociais da classe trabalhadora. A produção do espaço urbano da cidade, foco do nosso estudo é entendida como um espaço de disputa entre as diversas classes sociais em virtude da falta de áreas propicia a moradia na cidade. Este trabalho demarca como universo geográfico o município do Crato, cidade média do Estado do Ceará. As abordagens teóricas utilizadas para entender os movimentos sociais urbanos de luta pela moradia na cidade se desenvolveram de forma interdisciplinar, onde foram feitas leituras de vários autores, dentre esses, sociólogos, geógrafos, filósofos etc. Trata-se de um estudo de caso, cujo objetivo é entender os processos da produção do espaço urbano a partir da ótica dos movimentos sociais de luta pela moradia. Assim, percebe-se a importância da luta dos trabalhadores através da luta pela moradia como condição para a produção de uma cidade mais justa e igualitária.


Palavras-chave


Movimentos Sociais Urbanos; Luta pela moradia, Produção do Espaço;

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

  

Dialnet

 

 

 

 

Revista MOVIMENTOS SOCIAIS E DINÂMICAS ESPACIAIS

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Telefone: +55 (81)2126-7372; E-mail: revistamsde@gmail.com

Recife - Pernambuco - Brasil

 

 Licença Creative Commons

 A Revista Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais foi licenciada com uma Licença Creative Commons