Desenvolvimento local-Regional: a Relação entre Local x Global na Produção Espacial

José Geraldo Pimentel Neto, Keilha Correia da Silveira, Flávio Antônio Miranda de Souza, Ana Cláudia Rocha Cavalcanti

Resumo


O ponto de partida deste artigo está na importância do poder local (suas especificidades) em relação às esferas estaduais, federais e globais frente à dinâmica do capitalismo globalizado que segundo Porter (1998) e Dunker (1999) tendem a padronização das ações e gestão para melhoramento do desempenho nas administrações das organizações. Porém, essa realidade segundo Putnam (1997) pode ser que não se replica para aos parâmetros locais, pois as localidades possuem suas características históricas, culturais, econômicas e sociais promovendo distorções (positivas ou negativas) na implementação dessas ações públicas (Estaduais e Federais). Neste sentido, observa-se que há um distanciamento entre os desenhos dos programas e dos projetos junto às realidades locais das cidades brasileiras, potencializando fatores institucionais para o insucesso das políticas públicas nos territórios. Outro ponto importante para a análise dos insucessos desses programas e projetos pode ser a insuficiência de uma estrutura física-institucional para os territórios, tais como, uma rede de educação superior e profissional, um quantitativo de profissionais nas diversas áreas do conhecimento científico e tecnológico, além de uma estrutura de fomento municipal-estadual.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

  

Dialnet

 

 

 

 

Revista MOVIMENTOS SOCIAIS E DINÂMICAS ESPACIAIS

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Telefone: +55 (81)2126-7372; E-mail: revistamsde@gmail.com

Recife - Pernambuco - Brasil

 

 Licença Creative Commons

 A Revista Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais foi licenciada com uma Licença Creative Commons