Políticas Públicas e Produção do Espaço no Sul da Bahia: Análise da Situação por Município dos Projetos de Reforma Agrária na Microrregião de Ilhéus-Itabuna

Paulo Fernando Meliani

Resumo


Este artigo apresenta os resultados de uma análise da situação por município dos assentamentos criados no Sul da Bahia, a partir de 1985, em um contexto regional de crise da economia cacaueira, de ressurgência dos movimentos sociais de luta pela terra e de implementação de políticas públicas de reforma agrária. Primeiro, apresentamos um resgate histórico-geográfico que enfatiza o papel preponderante, porém subordinado, do trabalho na produção de um espaço regional cacaueiro, bem como uma síntese do contexto dos movimentos sociais e das políticas públicas que desencadearam a criação dos assentamentos na região. Em seguida, apresentamos os resultados e conclusões da análise da repartição e situação dos assentamentos por município, quanto ao número de projetos, área e capacidade dos assentamentos, quantidade de famílias assentadas, tempo médio de criação oficial e fases de implementação do projeto. Com estas informações, disponibilizadas pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), organizamos e analisamos um banco de dados regionais que possibilitou a representação de uma síntese dos resultados em cartogramas.


Texto completo:

Sem título () PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

  

Dialnet

 

 

 

 

Revista MOVIMENTOS SOCIAIS E DINÂMICAS ESPACIAIS

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Telefone: +55 (81)2126-7372; E-mail: revistamsde@gmail.com

Recife - Pernambuco - Brasil

 

 Licença Creative Commons

 A Revista Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais foi licenciada com uma Licença Creative Commons