Relações entre Cidadania, Democracia e Geografia: um Diálogo Necessário e Crítico sobre uma Gestão Empreendedora em Campina Grande/PB

Luiz Arthur Pereira Saraiva

Resumo


O presente trabalho aborda a produção de territorialidades urbanas, partindo da cidadania enquanto nexo-territorial e da democracia como condição para sua existência, sobretudo na conjuntura pós-Estatuto da Cidade. O contexto analisado foi a cidade de Campina Grande/PB, quando da mudança na lógica de governança para o empreendedorismo urbano. Os objetivos consistiram em caracterizar a cidadania e a democracia em suas dimensões e manifestações geográficas; abordar as relações entre os direitos (civis, políticos e sociais) na formação de territorialidades urbanas junto à tendência de fragmentação na cidade estudada; e propor reflexões baseadas nas possibilidades que a cidadania e o direito à cidade podem exercer nas relações entre poder público municipal e sociedade civil. O método de abordagem escolhido foi o materialismo crítico-dialético, cujos procedimentos se deram no levantamento bibliográfico, visitas in loco de alguns bairros da cidade, com observações e entrevistas livres junto aos populares e representantes.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

  

Dialnet

 

 

 

 

Revista MOVIMENTOS SOCIAIS E DINÂMICAS ESPACIAIS

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Telefone: +55 (81)2126-7372; E-mail: revistamsde@gmail.com

Recife - Pernambuco - Brasil

 

 Licença Creative Commons

 A Revista Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais foi licenciada com uma Licença Creative Commons